conspiração.

girls (2017)

‘and the weather was so damn sick of being predictable; i heard it began snowing in the sahara and i wanted to tell you that i’ve changed’ — lang leav

já fazem alguns meses e você ainda aparece na minha cabeça.

você me mudou.

não tenho certeza se é para melhor ou para o pior. fiz algumas coisas idiotas e imprudentes por causa de você na tentativa de te esquecer, sentir outra coisa. claro que não funcionaram, e tornaram minha vida uma espiral imensurável de sentimentos confusos. mas o que eu sei é que você abriu meus olhos, e para minha consternação, meu coração.

eu sei em que caminho eu quero estar.

você me lembrou disso. você me fez querer ser meu melhor. você me deu esperança e de alguma forma conseguiu me colocar no inferno e voltar no processo. eu nunca estive tão confusa, mas uma parte de mim no fundo sabe o que estou sentindo e conheço a verdade que tentei reprimir. a raiva e frustração em mim. a imagem de você, seus olhos, a passividade. não consigo apagar da minha mente.

eu sei que não consigo me permitir lembrar dos nossos olhares roubados, profundos e aquecidos, das emoções. mas, por mais louco que pareça, encontro um estranho conforto em lembrar.

porque você me fez sentir.

em um mundo onde eu me sinto entorpecida o tempo todo, você me fez sentir algo. se eu estava furiosa, extasiada, confusa, imprudente ou triste. você me fez sentir e querer ser melhor. e eu estou tão agradecida que eu sei que isso existe. esse sentimento. essa pessoa que pode despertar tanta emoção em mim. nunca me senti mais viva e desesperada. isso me dá esperança de que algum dia eu possa encontrar algo assim novamente.

estamos em caminhos diferentes agora. mas talvez simplesmente nos encontremos em um ponto, sabendo que inevitavelmente seguiremos nossos caminhos separados, uma vez que voltemos à realidade. espero que você ache o que está procurando. espero que você encontre paz com você mesmo. você merece tanto. e espero que um dia, se nos encontrarmos novamente, ambos estaremos em um lugar melhor. que será o momento certo, que teremos crescido o suficiente para deixar nosso orgulho de lado.

espero que nesse dia, você se lembre de mim.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.