Alquimia

Eu nasci vento,
não tive escolha.

Mas nasci também carne,
o que significa que

a água me afoga,
a terra me prende
e o fogo me consome.

Eu sou vento, mas ainda espero
ser éter — 
livre de mim
sem perder quem sou.