IBM Research Yorktown + Bluehack Atlanta

Após uma semana de muitas emoções, quero dividir um pouco do que pude aprender em Yorktown e no Bluehack de Atlanta. Boa leitura!

IBM Yorktown

Aos que não sabem, eu trabalhei por um ano e meio no Laboratório de Research da IBM Brasil. E semana passada tive a chance de visitar o Laboratório de Yorktown.

IBM Research Yorktown

O prédio por si só é fantástico, não acham?

Pois bem, lá tive a missão de em dois dias criar um laboratório de TJBots, que pudesse ser replicado facilmente. Tive contato com várias pessoas fantásticas ( Victor Dibia & Alan Braz. By the way, you rock guys). E montamos um modelo de Laboratório no qual inserindo apenas o cartão SD no Raspberry Pi o TJBot já funcionava (sem mais nenhuma configuração \o/). Se quiserem dar uma olhada no material que criamos está tudo no meu git: https://github.com/smazon/tjbot

Além de criar o Workshop, pude passear pelo prédio e conhecer um pouco mais sobre as tecnologias IBM, além de jogar Jeopardy com o Watson: perdi feio (kkk).

Em Yorktown encontram-se grande parte dos projetos de research, como os Computadores Quânticos. Pude ver a máquina funcionando mas infelizmente não pude tirar fotos de tudo, só de uma plaquinha ( o que já é incrível! Pensem que aí rodam 16 Qubits!).

Foram dois dias extremamente intensos, pude aprender muito e agradeço meu super mentor Sergio Borger pela oportunidade!

Bluehack Atlanta

Após preparar o Workshop, fomos testá-lo com nada menos do que 100 pessoas me acompanhando.

Fomos para o Bluehack Atlanta, no qual os participantes tiveram 24 horas para desenvolver suas idéias, prototipar e fazer uma apresentação de 3 minutos para os “sharks”. Dos mais de 100 participantes, muitos poderão acabar como IBMers ( já que um dos objetivos do Bluehack era selecionar mentes brilhantes das Universidades americanas caracterizadas como “minorias” — HBCU), mas mais do que isso, eles se tornaram familiarizados com o Bluemix e as tecnologias IBM!

No final, nenhum participante desistiu do desafio, tivemos 22 projetos publicados no Hackdash, e 10000000 redbulls tomados (lol)!

A viagem como um todo foi incrível! Aprender e ensinar é sempre gratificante. O melhor de tudo é poder voltar e replicar com a comunidade de devs do Brasil #vemcoisaporaí.

Já participou de um hackathon ou esteve em um laboratório de pesquisa? Comenta aí sua experiência.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.