IBM Research Yorktown + Bluehack Atlanta

Após uma semana de muitas emoções, quero dividir um pouco do que pude aprender em Yorktown e no Bluehack de Atlanta. Boa leitura!

IBM Yorktown

Aos que não sabem, eu trabalhei por um ano e meio no Laboratório de Research da IBM Brasil. E semana passada tive a chance de visitar o Laboratório de Yorktown.

IBM Research Yorktown

O prédio por si só é fantástico, não acham?

Pois bem, lá tive a missão de em dois dias criar um laboratório de TJBots, que pudesse ser replicado facilmente. Tive contato com várias pessoas fantásticas ( Victor Dibia & Alan Braz. By the way, you rock guys). E montamos um modelo de Laboratório no qual inserindo apenas o cartão SD no Raspberry Pi o TJBot já funcionava (sem mais nenhuma configuração \o/). Se quiserem dar uma olhada no material que criamos está tudo no meu git: https://github.com/smazon/tjbot

Além de criar o Workshop, pude passear pelo prédio e conhecer um pouco mais sobre as tecnologias IBM, além de jogar Jeopardy com o Watson: perdi feio (kkk).

Em Yorktown encontram-se grande parte dos projetos de research, como os Computadores Quânticos. Pude ver a máquina funcionando mas infelizmente não pude tirar fotos de tudo, só de uma plaquinha ( o que já é incrível! Pensem que aí rodam 16 Qubits!).

Foram dois dias extremamente intensos, pude aprender muito e agradeço meu super mentor Sergio Borger pela oportunidade!

Bluehack Atlanta

Após preparar o Workshop, fomos testá-lo com nada menos do que 100 pessoas me acompanhando.

Fomos para o Bluehack Atlanta, no qual os participantes tiveram 24 horas para desenvolver suas idéias, prototipar e fazer uma apresentação de 3 minutos para os “sharks”. Dos mais de 100 participantes, muitos poderão acabar como IBMers ( já que um dos objetivos do Bluehack era selecionar mentes brilhantes das Universidades americanas caracterizadas como “minorias” — HBCU), mas mais do que isso, eles se tornaram familiarizados com o Bluemix e as tecnologias IBM!

No final, nenhum participante desistiu do desafio, tivemos 22 projetos publicados no Hackdash, e 10000000 redbulls tomados (lol)!

A viagem como um todo foi incrível! Aprender e ensinar é sempre gratificante. O melhor de tudo é poder voltar e replicar com a comunidade de devs do Brasil #vemcoisaporaí.

Já participou de um hackathon ou esteve em um laboratório de pesquisa? Comenta aí sua experiência.