Ela é tudo que não cabe nas minhas paginas…

Ela é flor

[Pétala por pétala]

Eu desnudo teus medos

Eu te trago amor

Pra comer de café da manhã

Eu me dou.

Ela é viagem

[Olhos encostam nos meus olhos]

Encontro inesperado

Foi o que eu tive com seu sorriso

No momento exato

Em que fui interrompido

Pelo grito do meu peito

Ao olhar em questão.

Ela é poesia

[Palavra por palavra]

Eu não precisei escrever nada

Teu calor em meus braços

Foi minha guia

Simplesmente mudou

Tudo aquilo que eu sentia.

Ela é felina

[Descendo pelo meu corpo devagar]

Uma gata espertina

Um miado em sinfonia

De lambida em lambida

Ela vem

Em minhas pernas se alisar

Ela consegue o que quer:

Fazer meu mundo girar.

Ela é alma

[Colorida em 7 cores]

Menina,

Deixa eu bordar teu coração

Chegou dia de amar

Dança comigo essa canção?

Ela é muito mais do que o que cabe no meu papel.

Ela é uma porta, uma janela, uma casa inteira. Uma cidade, um país um planeta, uma constelação, ela é o universo em expansão.

Ela é o sistema solar.

E mesmo tão grande por dentro

Por fora ela vira um bixinho

Pequenininho

Que se ajusta, se encolhe direito, no meu peito

Ela é do tamanho do mundo,

Mas cabe exatamente na casa do meu coração.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.