Oi, Stephanie
Priscilla Brito
11

Oi, Priscilla, obrigada pela resposta.

De certa forma, acho que essa semelhança que percebemos nos booktubers e blogueiros tem a ver com a lógica do ‘do it yourself’ e o fato de que muitos vão aprendendo conforme produzem conteúdo, não me incomoda tanto.

Já essa ausência de autores nacionais e poesia, acredito que se deve ao fato de que as parcerias com as editoras acaba influenciando muito no que eles resenham. Vários poetas e autores contemporâneos ainda publicam por editoras pequenas e independentes que ainda não apostam nos produtores de conteúdo como estratégia de divulgação. No caso de editoras renomadas, é possível que embora alguns blogueiros e booktubers tenham interesse, nem sempre disponibilizem poesia nos sistemas de parceria. A preferencia é enviar títulos com uma pegada comercial. Então, a menos que a pessoa tenha muito interesse em abordar literatura nacional e poesia, não tem muito estímulo institucional para isso.

Desde que escrevi texto, continuei remoendo algumas questões sobre como falamos de livros na internet e comecei uma newsletter na qual procuro falar das minhas leituras de forma descontraída levando em conta o afeto. Recomendo todo tipo de livros, falo de leituras abandonadas, de como tem semanas em que estou lendo literatura, na outra semana fantasia e também indico filmes e séries. Você pode ler e assinar para receber as cartinhas aqui: http://tinyletter.com/stephieborges/archive

Mais uma vez, obrigada. Um abraço pra você :)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.