Um recado: Seu amigo gay não é seu poodle

Seu amigo gay não necessariamente gosta de carinho.
Seu amigo gay não tem que conhecer seu outro amigo gay e nem sempre ele quer conhecer seu outro amigo gay.
Seu amigo gay pode não entender de moda.
Seu amigo gay pode ter uma voz grossa ou fina e você não tem nada a ver com isso.
Seu amigo gay pode não ser engraçado e performático.
Seu amigo gay não gosta quando você faz parecer que ele quer todos os seres com um pênis. Mas se ele quiser, problema é dele, né?
Seu amigo gay não precisa pensar em piroca o dia inteiro.
Seu amigo gay pode querer ser solteiro ou casar e ter filhos (biológicos, inclusive).
Seu amigo gay pode não gostar de transar .
Seu amigo gay nem sempre quer ser o centro das atenções ou talvez nunca queira ser.
Seu amigo gay pode ser designer, estilista, arquiteto, engenheiro, pedreiro, encanador, policial, fisiculturista, dono de uma floricultura ou dono de uma borracharia. 
Seu amigo gay não precisa ser sempre lembrado como “seu amigo gay”.
Seu amigo gay pode não ter mamado nas tetas da desconstrução.
Seu amigo gay pode ter defeitos e mau humor, viu?
Seu amigo gay é seu amigo. E ser gay está relacionado apenas ao fato dele se atrair por pessoas do mesmo sexo ou gênero. Só isso.