Conte sua história…

Era melhor não contar,

Talvez em conte ela um dia,

Por enquanto estou rascunhando o segundo capítulo,

Tenho uns rascunhos que fiz mas quando olho nada se conecta,

Nada parece ter começo, meio e fim,

Acho que porque não coloquei motivação, sentimentos, dores ou alegrias,

Mas preciso mesmo desses reagentes para a fórmula da escrita funcionar?

Talvez daqui a uns anos eu possa contar essa história com mais ênfase,

Tô pensando em colar umas figuras pra ilustrar nunca fui um bom desenhista,

Aprendi a desenhar árvores e logo mais fiquei sabendo que precisavam de uma base,

Acho que aprendi numa dessas dinâmicas de grupo, não me recordo bem,

Hoje deixei um espaçamento no texto, esteticamente fica bem melhor,

Parece que dá fôlego entre as palavras e ajuda até mesmo nos highlights dos leitores.

Bem, acho que já é um bom início de capítulo pra quem só tinha rascunhos desconexos.

Mas a cabeça continua vazia, o diabo quis alugar ela pra montar uma oficina provisoriamente, falei que ia pensar no assunto,

Acho que vou usar o espaço pra estocar algumas ideias, resmas de papel e caixas de canetas,

Tô pensando em colocar uma mesinha com uma luminária e internet pra pesquisar o uso das palavras,

É, eu ainda me enrolo muito com elas, estamos numa fase de DRs constantes,

A torcida tem crescido pra que a gente continue juntos,

Vamos ver né…

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.