O que são os instrumentais cirúrgicos e qual a lógica por trás de sua utilização?

Definição:

É todo conjunto de objetos, instrumentos e equipamentos que entram em contato direto ou indireto com a região operatória.

Classificação:

São agrupados de acordo com sua função ou uso principal!

De maneira geral, a ordem dessas funções é a mesma da utilização desse material no campo operatório! (Por este motivo é também a ordem de arrumação na mesa de instrumentação).

  • Diérese: bisturi, tesoura
  • Preensão: pinça anatômica (com e sem dente)
  • Hemostasia: pinças hemostáticas (Halsted, Kelly, etc)
  • Exposição: afastadores (Farabeuf, Doyan, etc)
  • Especiais: pinça de Abadie- cirurgia gástrica, pinça de Potts- cirurgia vascular, etc
  • Síntese: porta-agulhas, fios agulhados

Tenha sempre em mente que existe uma lógica para absolutamente tudo no ambiente cirúrgico! Observe e veja se faz sentido para você…

O início do ato operatório propriamente dito começa com uma incisão, correto?(1-diérese)… Para facilitar a visualização e realização da incisão, nada melhor do que uma pinça na mão do cirurgião e seu assistente! (2-Preensão). Neste momento da incisão, sempre surgem alguns sangramentos e eles são corrigidos com pinças hemostáticas (3-hemostasia)... Após este momento, o cirurgião está na cavidade que irá trabalhar e precisa de uma ótima visualização! Adivinha qual instrumento ele precisa.. Afastadores! (4-Exposição). Para trabalhar na cavidade ele utilizará instrumentais específicos para a cirurgia que está realizando! (5-especiais)… Por último, o cirurgião precisa “fechar o paciente” e vai utilizar fio e porta-agulha! (6-Síntese).

A cirurgia não é mesmo uma especilidade linda?

Fique ligado no nosso blog! Em breve exploraremos mais sobre cada categoria de instrumental!