Só uma observação, na parte sobre “The Black Bucks (O Mandingo)” em que há a citação do caso de…
Gui Pozzer
22

Olá, Gui.
Na verdade, como acreditamos que a mensagem principal ainda permanece, optamos por corrigir o texto que acompanha a imagem. 
O absurdo está muito mais na ligação do negro como um ser perigoso e ameaçador, do que com a comparação do negro com um macaco em si. Logo, acreditamos que a mensagem não se altera.

Agradecemos muito o toque respeitoso e pedimos desculpas pela falha — em meio à tantos elementos procurados, acabamos cometendo esse descuido na pesquisa.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Suzane Jardim’s story.