This story is unavailable.

Talvez o que falta é realmente o nível de transparência sobre os princípios do evento. Mesmo considerando a possibilidade​ de encararmos a existência de concorrência, ainda assim vem a indagação: por que as duas foram convidadas para a reunião? Quem definiu que só podia ter uma presença no local? No meu caso estou forçando justamente e intencionalmente a ideia de que é uma concorrência, justamente para extrapolar​ a intenção do evento, consequentemente em afirmar que o problema não estava definido no âmbito das DMB e DBS e sim na falta da definição dos papéis do evento em si: valores, missão, políticas, incentivos, etc.

Neste sentido, eu penso que o seu artigo se aplica mais aos que organizaram o evento do que aos participantes. Se os valores estão já configurados antecipadamente, decorre que os convidados estão já preparados as regras do jogo.

Like what you read? Give Marcio Galli a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.