~ mãe ~

Hoje senti o perfume dela

E como se fosse num passe de mágica eu estava com ela

Rindo de nós mesmas

Brigando como gato e rato

Chorando a morte do meu pai

Hoje senti o perfume dela

Abri minha carteira e li uma carta que ela escreveu

E ela dizia “beijos da tua mãe que te ama muito”

Minha mãe.

Hoje senti o perfume dela

E senti o gosto do feijão

Do pão

Da panqueca

Me senti em casa

Senti o cheiro da roupa limpinha

Do perfume da minha casa

Hoje senti o perfume dela

E lembrei das tardes de inverno que ficávamos comendo laranja

Das noites rindo até doer a barriga

Do dia em que ela me pegou no flagra com um namoradinho

Hoje senti o perfume da minha mãe

E já fazem 9 anos que o vento me traz o cheiro dela

Ela é meu chão, meu ar, meu céu

Minha vida.

Hoje senti o perfume da minha mãe

Não quero que o vento me traga o cheiro dela

Quero ela aqui

Pra rir até doer a barriga.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Tainara Mauê’s story.