Sobre os 26 anos

recém completos

Nada mudou. Continuo não gostando de festas lotadas, de pessoas doentes por política/esporte, de verão, de ervilha, de sertanejo, de pessoas sem educação. Mas o legal de fazer 26 anos, ou, de estar ficando mais velha e experiente são as pessoas que aparecem na nossa vida.

Algumas aparecem do nada, nos deixam uma mensagem pra vida e somem. Outras estão sempre perto de ti, pra te apoiar, xingar, rir e chorar. Tem aquelas que só estão ali esperando tu pedir ajuda, e mesmo não tendo muito contato estarão sempre dispostos a te ajudar. Tem outras que não trazem nada de bom, mas mesmo assim sempre procuro tirar alguma lição desse encontro.

Tenho muito o que aprender nessa vida, mas uma coisa que aprendi é de não dizer não as pessoas, mesmo que eu quebre minha cara depois, todos merecem nossa atenção. A vida é feita de pessoas e histórias.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.