dessa ânsia que insurge, ainda, minha escrita
Eu nunca vou ter tempo para escrever
Taís Bravo
975

É o que nos resta, afinal, né? A gente não tem tempo e não vai ter tempo, mas escreve mesmo assim porque escrever não é só um capricho, é uma necessidade. Se não temos tempo, escrevemos no tempo que temos, no que sobra, nas gotinhas que escorrem e que a gente poderia aproveitar pra dormir comer sair amar partir.

:)

Like what you read? Give Tales Gubes a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.