descobri que não adianta prometer que não mais escreverei sobre você. sempre terá uma parte de mim que lembrará de alguma coisa ou relembrará as mesmas coisas e eu sentirei a necessidade de preencher com palavras, palavras estas que faltaram em tantos momentos e hoje transbordam sem que você possa ouvi-las. não que dessa vez eu tenha pensado em algo importante, nem sempre é, mas parece que cada detalhe conta e eu sei que daqui há mais 5 anos estarei pensando em como deixei as coisas se desenrolarem desse jeito, mesmo eu tendo a certeza que a vida faria seu trabalho e nos colocaria em universos paralelos, exatamente onde estamos agora e eu sempre soube que o seu seria muito mais bonito, eu sempre quis te falar isso e eu posso jurar que já disse alguma vez. você sempre duvidou que era especial demais pra todo mundo e hoje eu aposto que se conhece melhor que ninguém e sabe disso como quem sabe a quantidade de dedos das mãos. a vida é mágica, mas a trilha é incerta demais, principalmente pra quem se perdeu durante o caminho e eu tenho tanto medo. eu tenho tanto medo de não me ter nunca mais, de não me recuperar mais, de não conseguir voltar e se voltar tenho medo de começar de novo porque o tempo não espera, mas eu sim e não sei pelo que. eu to esperando esse tempo todo. eu sei que vou lembrar de você pelo resto da minha vida porque você abriu um buraco em mim e cravou coisas bonitas que eu nunca soube lidar. por isso eu fugi e é isso que eu sempre quis te falar, mas você nunca entendeu e nunca vai entender. eu não sabia lidar e nem sei se ainda posso se me acontecer de novo e eu quero tanto que aconteça porque por mais difícil e temeroso que seja brilhar pela luz de outra pessoa é bonito demais pra não querer novamente. eu sei que amanhã vou pensar de novo em como tua luz foi fundamental pra mim e em como todas as flores que continuam fincadas aqui dentro por ter brotado da tua esperança em mim me fez perceber que eu posso, de alguma maneira, em algum momento, algum dia dessa vida bonita e louca, conseguir brilhar sozinha.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Eva’s story.