O que eu aprendi no Startup Weekend

Bisonho também aprendeu um monte de coisa legal, vem ler!

Tecla SAP pra quem não sabe:

Startup Weekend é um evento de 54 horas, durante o qual grupos formam times ao redor de ideias para começar novas empresas (startups).

  • Anote absolutamente TUDO!

Eu sinceramente não sei como as pessoas que não anotam as coisas lembram do que escutaram. De verdade. Se você tem inteligências diferentes das minhas, vamos tomar um café e você me conta mais sobre isso. Mas, na minha humilde opinião, a gente não tem espaço suficiente no HD pra lembrar de tudo o que a gente escuta.

Desde o minuto 1 do evento eu anotei tudo que ouvi e julguei interessante. Claro que as pessoas possuem opiniões diferentes sobre o que é interessante. Mas depois que dividem os times e você entra para uma equipe, tudo o que é falado a partir dali faz parte da história de vocês.

Ideias de nomes, possíveis problemas, possíveis soluções, particularidades do mercado, tudo isso é fundamental estar no registro escrito da história da sua startup.

Sabe por quê? Porque pode ser que lá na frente sua equipe se depare com um obstáculo e vocês se sintam perdidos. É nessa hora que vale a pena reler tudo o que foi dito até ali e descobrir prováveis ideias ou soluções que um mentor pode ter tido antes mesmo do problema acontecer.

Ou de repente vocês pensaram em um nicho de mercado diferente ou alguém falou uma frase de impacto que pode acabar virando o mantra da empresa.

Por isso anote tudo! A partir da definição da equipe tudo o que acontecer é patrimônio da startup.

  • Os mentores não são donos da razão, mas possuem muita experiência

Cada mentor vai dar seu insight no que ele faz de melhor. Obviamente, como qualquer ser humano, pode acabar puxando sardinha pra parte que ele mais gosta do negócio.

Ou pode ser que você ou sua equipe não concorde com o que o mentor fala. Talvez o que ele ou ela fale não seja exatamente o que vocês gostariam de ouvir (aliás, será assim na maior parte do tempo!).

Mas você precisa pensar o seguinte: “poxa, se o cara foi convidado para ser mentor de um evento como esse, ele deve saber alguma coisa!” Ninguém é escolhido aleatoriamente. Os organizadores pensaram em tudo com muito carinho e trabalharam muito duro durante vários meses para proporcionar tudo isso que você está vivendo. Valorize isso.

De qualquer maneira, anote e considere tudo o que os mentores falarem. Os mentores do evento que eu participei foram essenciais para que nossa startup tomasse o rumo que tomou e conquistasse o tão sonhado primeiro lugar!

Sou grata a cada um deles por todos os puxões de orelha, por todas as vezes que nos fizeram perguntas que nos deixaram de olhos arregalados e procurando desesperadamente por uma resposta.

Sou grata por quebrarem a cabeça junto com a gente, por estarem ali trabalhando de graça em um evento que ajuda a comunidade e ajudou a cada um de nós a crescer.

Sou grata por terem abdicado de suas famílias, da praia, do churrasco, do sofá, do Netflix para estarem ali durante 54 horas ->disponíveis<- para tirar nossas dúvidas.

Ninguém chega a lugar nenhum sozinho. Espero que você compreenda isso :)

  • O ótimo é inimigo do bom

Vamos aceitar uma coisa desde já para sermos mais felizes? NÃO VAI DAR TEMPO.

Vocês vão pensar em tudo, vão revisar mil vezes o português, vão testar mil vezes o link. Mas alguma coisa (ou algumas coisas) não vai (ou não vão) sair do jeito que você esperava. É normal, ok?

A perfeição não é desse mundo, lembre-se sempre!

O MVP (Mínimo Produto Viavel) poderia ficar melhor? Poderia. O design poderia ser mais clean? Poderia. A gente poderia ter feito mais entrevistas? Poderia. A gente poderia fazer o Pitch 30 segundos mais rápido? Poderia.

Mas tem coisas que vão dar errado. Aceitar isso já tira um peso enorme da sua mente.

Não estou querendo dizer pra você não se esforçar. É completamente diferente! O que eu estou tentando te mostrar é que é infinitamente melhor ter algo “ok” pra mostrar e esse algo estar pronto, preparado, feito, finalizado, do que ficar esperando que ele chegue ao estágio do “ótimo” e não esteja pronto.

O startup weekend possui prazos. E se a sua equipe não cumprir o prazo, ela não vai muito longe.

  • Se você acha que o trabalho acabou, respira fundo que ele está só começando!

Eeeeeeh, acabou o Startup Weekend! \o/

Ufa, que alívio! Agora vou descansar.

Iéié, pegadinha do Malandro!

Se você pretende seriamente dar continuidade ao trabalho junto com a sua equipe, prepare-se para trabalhar MUITO!

Se você acha que a startup que você e sua equipe ajudaram a criar vale a pena e é uma boa ideia, será útil para a sociedade, então arregace as mangas e bora ralar! 💪🏻

Dependendo do seu negócio, é bastante provável que você não enxergue a cor do dinheiro durante muito tempo! Isso significa que você ficará trabalhando de graça ou até pagará para trabalhar. Pense se está disposto a isso e converse com a sua equipe.

  • Você vai descobrir que é um pouco masoquista

Você vai praticar o TBC (“TIRA A BUNDA DA CADEIRA!”), vai ficar suado de tanto validar o problema na rua, vai quebrar a cabeça pensando em soluções, vai pentelhar os mentores, vai dormir pouco, vai almoçar na frente do computador, vai sonhar que está atrasado pro pitch final, vai ter dor de cabeça no meio da palestra, vai esquecer de beber água, vai escovar os dentes 5h da tarde E MESMO ASSIM VAI AMAR!

Você vai se estressar (é melhor que não se estresse, mas eu não tenho sangue de barata 😰), mas no final das contas vai dar tudo certo.

Vai sair do evento mandando e-mail para os organizadores dizendo que se voluntaria pra ajudar no próximo! Ou pensando em levar o evento para a sua cidade!

As pessoas gostam de fazer parte de algo que é maior do que elas. O Startup Weekend com certeza é um exemplo disso!

É gostoso demais, gente! Participa 💜
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.