Hortas urbanas e uma cidade mais verde

Como da última vez, vou puxar alguns assuntos do post passado para os próximos. Quero falar sobre algo que sempre me interessou mas admito que nunca tirei o tempo adequado para me dedicar, estou falando de hortas.

Na realidade já tentei ter uma jardineira com cebolinha, algo que eu gosto muito de colocar na comida e fresco, porém devo admitir que deu 0.5% certo hahaha não durou muito mas foi divertido. Agora vamos para o negócio sério, de alguns anos para cá está acontecendo um movimento muito importante de cidades mais verdes e arborizadas, como paredes vivas, jardins suspensos e reformas de canteiros já existentes na cidade de São Paulo (e no resto do país) e com isso surgem novos projetos e até mesmo negócios.

Um dos projetos mais famosos são as hortas em bairros, onde os próprios vizinhos utilizam alguns terreno vazio ( muitas vezes abandonado e mal cuidado) e cultivam alimentos. Sendo uma atividade que mobiliza uma comunidade, ensina adultos e crianças sobre nossa relação com a natureza, alimentação com menos agrotóxicos, saudável e praticamente de graça, está se tornando bastante popular em algumas regiões da cidade. Na revista da Chácara Klabin, onde a professora mestre em storytelling Martha Terenzzo tem participação, foi produzida uma matéria sobre uma horta urbana bem famosa de nossa cidade a “Horta comunitária da saúde”, que foi projetada por um morador da região e hoje já tem visitantes e “cultivadores” de várias áreas, promovendo mutirões um domingo por mês para a manutenção do espaço. Para saber de outras hortas e quem sabe começar a participar de uma sugiro esse link 🙂

Voltando para o festival do post anterior, na feira de Startups conheci uma empresa incrível chamada “Noocity” que criou um canteiro para plantações, fácil de montar, em diversos tamanhos, preços acessíveis e com um sistema que ao irrigar as plantas uma vez, além de não vazar, vai manter suas plantas aguadas de 3 a 5 dias! Perfeito pra quem (eu) sempre esquece de regar suas plantinhas. O primeiro produto criado por eles é similar a um bolso, que você pode instalar em qualquer varanda ou parede, sussinha para começar a ter pelo menos seus temperos frescos em casa.

Eai, você tem plantas em casa, na mesa do trabalho ou é como eu e nada sobrevive na sua mão (tipo meus sonhos e esperanças hahaha) ? Até agora só deu conta de uns cactos, mas não vou desistir!

Até o próximo post (´ ꒳ ` ✿)


Originally published at tariru.wordpress.com on May 25, 2017.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.