Ei, você

Deixa eu te contar um segredo. Você não tem que gostar do que os outros gostam. Pois é, nem todo mundo gosta das mesmas coisas. Você não tem que ficar menosprezando o gosto dos outros pra cima deles. Claro, você tem todo o direito de não gostar, até de reclamar e resmungar, mas a pessoa não precisa ouvir nada disso. Guarda, desabafa pro seu amigo, isso você pode. Não pode é ficar ridicularizando, diminuindo e nem debochando da pessoa e da coisa que ela curte. Tenha certeza de que ela também não concorda com várias coisas que você gosta, e nem por isso fica menosprezando essa coisa ou você por gostar dela. Divirta-se com seus hobbies e deixe os dos outros. Deixe as pessoas em paz desfrutando de algo que é bom pra elas, ninguém ta te obrigando a se juntar. Não incomode outros enquanto eles estão aproveitando algo que gostam, você não quer que façam isso com você, quer?

Outra coisa. Nenhum problema é maior ou menor que outro. Ok? Não é porque eu torci o pé, e outra pessoa quebrou a perna, que meu pé vai doer menos. Se uma pessoa ta reclamando, se lamentando de alguma dor ou problema, ela tem todo o direito. Se eu to triste porque não tenho dinheiro pra pagar as contas, enquanto alguns nem tem casa pra morar, isso não vai tirar minhas dívidas. E por favor, nada disso significa que eu não ligo pro problema dos outros, sinto muito por eles, de verdade. Sempre vai ter um problema de maior escala que o seu, e nem por isso você deixa de ter problemas. Sabe pra que serve essa comparação? Pra você dizer pra si “Podia ser pior.” e tentar se acalmar um pouco, apenas. Se for sua a dor você vai querer reclamar, mas os outros não podem, né? Para de querer fazer os outros se sentirem culpados por reclamar de um problema passageiro, momentâneo ou pequeno. Para de querer obrigar alguém a engolir o choro e dizer que ele ou ela não tem motivo de verdade. O sofrimento é de cada um, é diferente pra cada um.