Eu não sou uma mulher difícil de amar
Taís Bravo
61625

Alegria em ler mulheres! Alegria e identificação.

Que isso se prolifere….e que eu também esteja nesse meio, em breve! rs. Tenho grande interesse na escrita/literatura….

Sou grande admiradora da literatura mas, como sabem, ela historicamente foi elaborada por homens; homens de seu tempo….por mais sensíveis que fossem/sejam, são homens….homens formados/limitados por uma estrutura sociocultural de pensamento Patriarcal.

Mulheres livres, selvagens, indomáveis: precisamos cogitar e construir as possibilidades do existirmos, que são infinitas! Pensarmos a partir de nós mesmas, e não a partir das doenças e feridas propagadas pela milenar literatura Patriarcal. Forjar outros vieses narrativos, de concepções…com a consciência da inspiração e reverberação que isso pode gerar na vida “real”, e vice-versa. Avante! ❤