Dias de amor

Alguns relacionamentos são somente apego. É manter alguém por falta de outra melhor. É fraco. Algumas pessoas estão a espera, imaginando corpos sem rostos, voltando domingo a noite para casa com agasalhos sem cheiro. Outros preferem ficar longe de tudo isso, longe de toda a confusão, com a cama só para si, o tempo só para si. E tudo bem. Muitos acabam encontrando essa mesma paz em abraços quentinhos e eu me encaixo ai, me encaixo bem em você e nas suas curvas.

Meus olhos não mentem. Meu coração pulsa querendo te conquistar de novo, fazendo brotar aquele sorriso gostoso em nós e o seu desejo por mim. Amando alguma coisa nova em você todos os dias e me amando mais, cada vez que você descobre algo novo em mim também que antes eu nem reparava.

Nada disso é tão fácil como às vezes parece. Já quis sair correndo sim. Quis fugir. Mas aprendi que amor é assim mesmo. Precisa ter paciência sabe? Precisa ajeitar sempre, construir sempre. Sempre. Requer trabalho. Suor. E muito esforço. Aprendi também que vale a pena. Vale a pena por todas as vezes em que você me fez rir, por todas às vezes quando me senti segura e protegida, mesmo sabendo que poderia e aguentaria lidar com tudo sozinha. Você me apoiando tornou tudo um pouco mais fácil suportar.

Eu gosto de imaginar meu futuro ao seu lado. Gosto de te querer tanto e sentir toda reciprocidade. Sempre tive esperança de alguém aparecer e me fazer ver tudo com outros olhos, sou grata por essa pessoa ser você. E por cuidar de mim mesmo quando eu não percebo.

Sou eternamente feliz por todos os nossos momentos juntos, por todas as experiencias. Tenho aprendido muito nesse tempo, amadurecendo, passando por coisas boas e ruins. Sou grata pela nossa história e pela sorte de poder ter um amor assim.

Estamos nos ensinando muitas coisas e crescendo um do lado do outro e eu me orgulho disso. Obrigada por cada dia desse amor.