Leve, fácil e prazeroso

Foi o que meus guias me disseram em uma das leituras dos meus registros akáshicos. [Ainda vou escrever sobre este tema em breve, é algo que vem surgindo na minha vida naturalmente. Por ora, em resumo, são mensagens de seres de muita Luz, que nos amam incondicionalmente]

E foi o que eles me disseram: “Amada filha, se não for leve, fácil e prazeroso, não é para você”.

Leveza, facilidade e alegria. Esse tem sido meu termômetro há alguns dias, desde que essa mensagem chegou e me tomou por inteira.

Claro que um lado meu ainda questiona “Mas nem tudo é fácil, nem tudo é prazer. Isso tudo não é superficial demais?”

Sabe, ultimamente tenho aprendido a confiar. Quem conhece o Eneagrama, vai entender esse movimento dinâmico que acontece em nossas vidas. Independente do nosso tipo central, nós caminhamos por esses pontos de energia do Universo. E isso tem acontecido comigo.

Eu vivi o último ano (ou anos) muito no ponto Seis, que traz aprendizados sobre a . Passei por inúmeros testes de fé, dando passos no escuro, confiando apenas na minha intuição e des-cobrindo uma sensação muito forte de que eu sou guiada  todos nós somos. E isso foi se tornando uma verdade em minha vida, tanto que às vezes dou risada sozinha ao perceber o quanto sou cuidada e protegida! Só não digo mais que é 'isso é incrível', pois eu simplesmente acredito. :)

E hoje me vejo seguindo em direção ao ponto Sete, ‘temperando’ a minha vida, resgatando o equilíbrio. Sendo testada na minha paciência interna, no movimento de aceitar que eu posso escolher a leveza e o prazer. Que eu posso tomar decisões que me priorizem, que conservem minha alegria de viver. Afinal, será que nossa alma escolheu vir a esse plano para sofrer? Eu sinto que não, aliás, tenho ressignificado o sofrimento e, hoje, eu o vejo sempre como portal de cura, de Amor e despertar.

Reflexões eneagramáticas à parte, eu começo a ter a percepção de que, depois que compreendemos e incorporamos a verdadeira fé, a vida passa a nos pedir leveza e alegria!

E neste exato momento, meu sábio observador interno já consegue perceber provas de que, sim, a vida pode ser leve, fácil e prazerosa!

Leve, quando escolhemos o caminho mais fácil.
Fácil, quando não fugimos da Verdade, quando estamos em sintonia e congruência entre pensamento, palavra e ação. Sim, a congruência torna tudo fluido e fácil.
Prazerosa, pois se estamos leves e sintonizados, o prazer de viver nos inunda!

Fiquei pensando quantas vezes tive acesso a leituras que falavam disso. A lei do mínimo esforço contida na obra “As Sete Leis Espirituais do Sucesso”, a sabedoria do Tao, entre outras, já nos relembram:

“…as flores não tentam desabrochar, elas desabrocham; os pássaros não tentam voar, eles voam. Se buscamos poder, dinheiro ou felicidade para a satisfação do ego, desperdiçamos energia; mas se nossas ações são motivadas por amor, harmonia e alegria, nossa energia se multiplica e podemos usar o excedente para criar o que quisermos”. (Deepak Chopra em As Sete Leis Espirituais do Sucesso)

Além da lembrança da verdadeira espontaneidade — um dos meus maiores desafios nessa existência — e de um conceito que fundamentou a Spontaneum:

“…o tao é a totalidade da espontaneidade ou ‘naturalidade’ de todas as coisas […] As coisas surgem espontaneamente e agem espontaneamente. Cada coisa tem o seu modo espontâneo e natural de ser. E todas as coisas são felizes desde que evoluam de acordo com a sua natureza. São as modificações nas suas naturezas que causam a dor e o sofrimento”. (Tao, em Wikipedia)

Pois é, quantas vezes eu preciso me lembrar de coisas que eu já sei!

Bem, não importa em que momento você está de sua jornada, seja qual for o ponto, lembre-se de que Somos Um. O que tem acontecido dentro de mim, é seu. O que acontece em você, é meu.

Assim, meu desejo agora é que a leveza que me toma aqui e agora te alcance!

E sim, a vida pode ser — e é — leve, fácil e prazerosa.

Ligue seu observador interno e faça suas escolhas.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.