Esconder minha sexualidade quando criança me tortura até hoje
Gael Rodrigues
56654

Acho que nossas fugas foram semelhantes em alguns pontos, mas eu fui o oposto. Eu era a menina que “tinha que ter capricho e o caderno colorido”, mas para mim o caderno só precisava do conteúdo não precisava ter cor. Fui chamada de “macha” por uma colega aos 8 anos e aí fui “descoberta”. Eu queria brincar com os meninos de luta, de videogame, de super herói. “Menina não pode sentar desse jeito, fica feio.” E aí a gente acredita que é feio, e vai se escondendo: Nos livros, nos mundos que a gente cria. Como você, eu lia e lia muito.

Mas um dia nós saímos da toca e encontramos pessoas e situações que nos mostram que ser a gente mesmo é a melhor coisa do mundo e que não precisamos ser sempre os mesmos. E que todas as histórias dos nossos livros fazem também a nossa história.

Um beijo

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.