Os Benefícios da MOEDA

São esperados inúmeros benefícios dessa ação de “cidadania financeira” apoiada pelas Nações Unidas:

• Acesso inicial para 100.000 e em dois anos de 1,5 milhão de mulheres cooperativadas brasileiras aos beneficios da Moeda, mediante acesso a crédito para projetos produtivos, sociais e de interesse específico das famílias, reforçando as linhas convencionais de crédito existentes no sistema bancário e nas cooperativas.

• Acesso de todos os segmentos da população, mesmo os mais fragilizados, aos produtos financeiros de forma rápida e segura, mesmo para aqueles sem conta bancária, sem cartões de débito/crédito.

• Reforço à comercialização dos produtos das cooperativas, mediante a criação e manutenção de rede sociotécnica e de comércio virtual para promover os produtos e serviços das cooperativas, e para unir, articular e capacitar pessoas e instituições e difundir os princípios cooperativistas, os ODS dentre outras funcionalidades. Janela especial apresentará toda movimentação da Moeda no Brasil e Mundo, com fotos, tabelas, artigos, informações divulgação de casos exitosos, tecnologias sociais e outros temas de interesse da Moeda.

• Fomento à intercooperação entre cooperativas, mediante incentivos à intercomercialização, fortalecendo o mercado comum cooperativo, inclusive com apoio a cooperativas de trabalho e as dos demais ramos, além de aumentar a oferta de bens e serviços para os seus associados.

• A expansão das bases de produção da agricultura familiar poderá ser efetivada com mais segurança inclusive para atendimento das propostas de fornecimento de alimentos para a alimentação escolar municipal e regional (em até 100%) e para oferta de produtos ao PAA e ao PAA-Institucional, dentre outros programas de compras governamentais.

Benefícios para Cooperativas

A Moeda é um instrumento de microcrédito para financiamentos e empréstimos a associadas de cooperativas para construção ou dinamização de seus projetos produtivos. Os empréstimos pessoais serão também contemplados na Moeda. A funcionalidade microcrédito é especifica de associadas das cooperativas e as transações passarão pelas cooperativas de crédito como as do Sistema Cresol, dentre outros.

A estruturação da Moeda nas cooperativas visa:

(i) facilitar as aquisições de mercadorias das cooperativas pelos associados e vice-versa;

(II) contribuir para a comercialização dos produtos da agricultura familiar para atacadistas e varejistas do local e da região;

(III) contribuir para aumentar a disponibilização de produtos para as aquisições governamentais, em geral.

(IV) contribuir para expansão do cooperativismo solidário de todos os ramos.

As Cooperativas de Crédito podem com a Moeda aumentar sua colaboração para expansão da base produtiva municipal fornecendo crédito aos:

(i) associados das cooperativas condições para produzir alimentos (sucos, laticínios, mel, hortaliças, pimentas, farinhas…),

(ii) aos integrantes da economia solidária para a produção de artesanatos, confecções e outros bens,

(iii) aos produtores ou vendedores de materiais de construção (telhas de barro, tijolos, areia lavada, brita…) e a muitos outros que estão sendo demandados pelos agentes intermediários da comercialização e por pessoas físicas e jurídicas, que através de parcerias com as cooperativas dos produtores familiares poderão suprir alguns itens comercializados pelos intermediários e receberem pagamentos em Moeda.

Com os recursos do microcrédito e os recursos gerados pelas transações financeiras, as cooperativas agropecuárias e mesmo as cooperativas de crédito poderão financiar a produção e a entrega das produções para processamento e comercialização por meio da Moeda. Este crédito com lastro nos recursos de poupança das cooperativas aumentará a circulação da Moeda na comunidade.

Reduzir a presença dos associados nas cooperativas é, também, um objetivo da Moeda facilitando a vida dos usuários principalmente daqueles mais afastados da sede, inclusive apoiando o acesso a créditos de operadoras de celulares, a fim de que tenham sempre facilidade de comunicação com a cooperativa e com os associados, amigos e familiares.

É esperada grande expansão da oferta de bens e serviços. As cooperativas devem promover a adesão de outros parceiros locais fornecedores de bens e serviços a fim de que o seu quadro social possa utilizar a Moeda em suas compras e pagamentos de serviços, diminuindo custos. Como os pagamentos na moeda eletrônica são feitos à vista, há condições de se conseguir sempre bons descontos nas transações, diferentemente dos cartões de débito/crédito que creditam as importâncias das transações após alguns dias de realização das transações e a altas taxas de serviços.

A expansão da base produtiva local, com aumento da ocupação familiar e da renda poderá ser um dos resultados da Moeda. A inclusão da Moeda contribuirá para aumento da oferta de bens e serviços nas cooperativas de crédito que por sua vez facilitará a expansão de novos negócios dos ofertantes existentes, principalmente agricultores familiares e àqueles que poderão suprir com produtos e serviços os bens e serviços oferecidos pelos intermediários (comerciantes, hotéis, cantinas……).

As cooperativas terão na Moeda uma oportunidade de aumentar benefícios aos seus associados, facilitando a expansão de seus serviços para seu corpo social, e também para a comunidade ao seu redor, inclusive comerciantes e prestadores de serviço, tendo controle em tempo real da aplicação dos recursos de financiamento e de empréstimos, entre outros. Com a Moeda, os negócios cooperativos sofrerão uma grande dinamização.

Em resumo, a Moeda, primordialmente, será um instrumento que dará mais velocidade às transações financeiras dos associados com as cooperativas, facilitando o dia a dia de quem tem a seu dispor um celular, um computador ou tablet ou tenha acesso a uma lan house. Assim, a Moeda está voltada para dinamizar as relações entre associados e cooperativas; entre cooperativas; entre cooperativas e atacadistas, varejistas e fornecedores de serviços, e, também as transações financeiras de associados entre si.

Beneficios para Instituições Públicas

Programas como Bolsa Família poderão ser contemplados pela Moeda com a participação em sua modelagem e condução da SESAN/MDSA, de Secretarias Estaduais e Municipais que cuidam desse programa. Igualmente o Programa Minha Casa Minha Vida e o Jovem Aprendiz poderiam ser beneficiados pela Moeda.

A Moeda poderá auxiliar nos municípios na elaboração e implantação de projetos de interesse comunitário como reformas de pontes, escolas, postos de saúde, salões de reuniões comunitárias, sendo que os projetos poderiam ser desenvolvidos por estudantes acompanhados por seus mestres. E, também, na elaboração e implantação de projetos produtivos comunitários como hortas e lavouras comunitárias, oficinas de artesanato entre outros.

A Moeda poderá provocar aumento de postos de trabalho e de renda nas áreas rurais e urbanas ao contemplar créditos para projetos produtivos grupais e para atendimento a melhoria do bem-estar familiar na educação, saúde, lazer, moradia e conforto.

Pretende a Moeda inspirar a academia e os centros de inovação tecnológica a produzirem ou adaptarem tecnologias sociais de fácil emprego e alta eficácia para os interessados.

Beneficios para Instituições Privadas

Empresas privadas podem utilizar a Moeda para desenvolvimento de seus projetos de responsabilidade social, usufruindo da tecnologia blockchain de transparência e acompanhamento on line. Poderá indicar ou selecionar projetos de seu interesse.

A Moeda pode reforçar o desenvolvimento do pequeno comércio dos bairros periféricos. Sabe-se que os principais produtos vendidos à população são alimentos, confecção, material de limpeza e de higiene, produtos que devem e podem ser produzidos pelas mulheres, que poderiam vendê-los para o comércio. Isto criaria um desenvolvimento circular, onde quem compra (a mulher) também vende (produtor-consumidor), fazendo circular a Moeda na comunidade.

A vantagem para quem recebe a Moeda é sua conversão imediata em reais. E isto cancela a espera que ocorre quando há dependências de terceiros (bancos, máquinas de cartão, compensação de cheques…). Tal beneficio pode gerar descontos para os consumidores. Os recebedores de créditos da Moeda poderão utilizar para adquirir bens e mercadorias das cooperativas e de fornecedores atacadistas que deverão fazer adesão à Moeda.

Beneficios para público em geral

Ao utilizar a Moeda, milhares de cidadãos podem gerar valor para si e para sua família e/ou o seu negócio. Para a grande maioria, oferecerá oportunidade e condição de melhor seu status de cidadão por meio do acesso aos serviços financeiros de uma maneira fácil e direta, para outros criará oportunidades de negócios, aumentando seu faturamento.

Daí se infere a grande vantagem da adoção da Moeda para compras em estabelecimentos credenciados na plataforma. Tal moeda deverá ser utilizada por associados e por não associados e pelos estabelecimentos de vendas de produtos (mercados e supermercados, postos de gasolina, compra de crédito de celulares, por exemplo) e por prestadores de serviços (transporte de pessoas e coisas; contadores, advogados, médicos, dentistas entre outros profissionais que aderirem à moeda-cupom). Todos podem adquirir a Moeda pela troca direta de reais por Moeda ou sob forma de recebimentos pela venda de bens ou serviços. Todos movimentam e dão velocidade à Moeda.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Taynaah Reis’s story.