Da resiliência à transmutação

por Gena Bispo, ex-speaker do TEDxUFPE

Ao contrário do que podem pensar, minha história não é apenas de superação. Minha história também envolve resiliência, transmutação e aceitação. Em 2016, fui convidada a contá-la. Até então, acreditava estar acostumada a falar sobre o que vivi e não sabia o quanto seria difícil colocar tudo em palavras dentro de 18 minutos. Foi nesse processo que aconteceu a minha transmutação e, mais importante, minha aceitação.


Antes do TEDxUFPE 2016, eu vi minha história ser contada diversas vezes por outras pessoas. Algumas reportagens sobre mim eram simplesmente perfeitas. Era emocionante, mas eu sabia que ninguém conseguiria expressar tudo que passei melhor que eu, já que somente eu vivi e senti tudo que aconteceu. Tentei escrever um esboço do que falaria. Alguns momentos não eram tão fáceis de compartilhar. Algumas dores eram difíceis de colocar em palavras.

Eu falava da minha queda. Apesar de ter sido o momento em que minha vida podia ter acabado, minha queda acabou sendo o que me fez viver melhor. Foi nela que eu finalmente acordei para a pessoa que eu podia ser, para o que minha vida podia se tornar. Ela foi a minha maior transmutação. Minha deficiência me tornou mais completa. Me tornei resiliente. Eu precisava contar isso ao mundo.

Depois de algum tempo trabalhando no texto, descobri o quão difícil era contar a minha história. Eu li para mim mesma o que escrevi e desabei em lágrimas. Era um desabafo. Ali estavam minhas dores, minhas dúvidas, minhas inseguranças, minha queda. Porém ali também se encontrava a minha vitória, a minha narrativa resiliente. Enxuguei as lágrimas e me preparei para mostrar tudo aquilo ao mundo. No processo, contei com a ajuda de pessoas maravilhosas que me guiaram, me incentivaram e me aplaudiram a cada palavra proferida.

"Eu li para mim mesma o que escrevi e desabei em lágrimas. Era um desabafo."

No dia do evento, eu estava extremamente nervosa. Tinha um medo enorme de esquecer as frases tão ensaiadas. Meu pai me acalmou dizendo: “é a sua história, ninguém pode contá-a melhor que você”. Subi no palco tomada por uma paz muito grande. Apenas abri a boca e deixei que as palavras tomassem forma no auditório. Foi arrepiante. Foi transformador. Pude ver, nos olhos atentos de cada expectador, o quanto a minha vida estava tocando o coração e a cabeça de cada um.


Após aquele dia, a sensação era de ter completado um ciclo. Eu me senti mais forte. Senti que, finalmente, estava cumprindo o meu propósito na vida: juntamente com aquele grupo de tedxianos, eu havia nascido para transformar vidas. Passar por esse processo foi extremamente importante para meu crescimento pessoal. Aprendi com cada história que escutei e cada pessoa que conheci. Foi, sem dúvidas, um divisor de águas, um marco na minha história e na minha vida.

Maria Eugênia Bispo, ex-speaker do TEDxUFPE 2016 — Resiliência


Assista aqui o talk de Gena no TEDxUFPE 2016!

facebook.com/TEDxUFPE
instagram.com/tedxufpe

Like what you read? Give TEDxUFPE a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.