Mandar seu filho a escola não quer dizer que você está educando-o.

A educação sempre começou por casa. E não apenas ensinando a fé e a moral, mas também as letras, literatura, matemática, e muitas outras ciências e técnicas da região. O que se aprendia era memorizado e estava conectado com a utilidade daquele povo ou região e a família.

Da até um desespero ver um bocado de pais e mães achando que a única parte deles na educação, começa quando o filho sai de casa para pegar o ônibus da escola ou quando ele sai do carro e entra no portão do colégio, ficando até ao meio dia ou ao final da tarde, socado em dos lugares mais entediantes de todos os tempos. Tudo isso, como parte de um ritual social que cada um de nós é chamado a fazer parte, apenas por que seus pais fizeram o mesmo. É chato ter que falar isso, mas, você entendeu tudo errado sobre educação.

Muita gente ainda não se tocou, mas a escola de hoje é feita para quem tem uma boa disciplina, adquirida, provavelmente, ainda na infância. A escola de hoje não é a mesma do seu tempo ou do tempo do seu pai, onde o ambiente de disciplina e seriedade ocasionava os estudos. Os professores não perdiam tempo com a indisciplina dos alunos, com moleques que nem querem saber do estudo e estão lá só por pura obrigação familiar para torrar-nos a paciência. Os professores tinham controle sobre a sala e realmente estavam interessados em repassar aquilo que aprenderam, sem ficar enchendo o saco dos alunos todos os dias sobre o quanto ganha pelo serviço.

Mas não para por aí. Incentivo a vida sexual precoce, ao uso de drogas, roubar, e a ser hipócrita, são só o começo desse extenso currículo escolar. Não é difícil de você encontrar tudo isso. Basta dar uma leve pesquisada no Google ou Youtube para ver o descalabro total. Claro, tudo isso sem a mínima desconfiança de vocês pais, crentes que estão dando a melhor educação. Em tempos com famílias mais fortes, nenhum pai ou mãe seria tão insano ao ponto de mandar seus filhos para um local que tivesse essas qualidades.

“Ha, mas sem escola existe educação?” Claro que sim, o nome dessa modalidade de ensino é homeshooling. A educação sempre começou por casa. E não apenas ensinando a fé e a moral, mas também as letras, literatura, matemática, e muitas outras ciências e técnicas da região. O que se aprendia era memorizado e estava conectado com a utilidade daquele povo ou região e a família. O ensino avançava de acordo com a capacidade de cada pessoa, sem atropelar suas deficiências em determinada matéria. E quando não se sabia determinado assunto, buscavam arrumar um professor.

Mas comparado a hoje, o que temos? Os pais mandam seus filhos para escola quase todos os dias da semana, por quase um ano, durante 10, 12, 14 anos, para no final vocês fingirem não saber que o menino não sabe de quase nada daquilo que viu por todo esse período. Caso alguém peça ajuda para ele resolver um problema de álgebra linear e ele não souber responder, você da uns tapinhas nas costas e diz: “Não se preocupa filhão, é assim mesmo. Eu também não me lembro de muito que aprendi nos anos de escola. Sua mãe, seu tio, seu avô, também não se lembram direito. É normal todo mundo não se lembrar do que aprendeu no colegial.” Essa desculpa dispensa comentários.

“Então quer dizer que tenho que tirar meus filhos da escola?” Sim ou não. Vai depender da realidade da sua escola e da sua vontade. Aqui estou apenas para lhe dizer de suas responsabilidades como pai ou mãe, e que é extremamente vantajoso e oportuno educar seu filho em casa em uma época que um verdadeira educação foi substituída por uma da (des)educações. Não precisa de um especialista ou assistir um programa de televisão para saber tudo disso. Já está embutido na sabedoria social desde o começo.

E o que é necessário? Se não souber das matérias, estude ou pague um professor da área. Se já souber de alguma coisa esteja perto dele nas atividades que a escola passa, ou então prepare você mesmo as atividades. Ha muito tempo que a educação Brasil está parada. E não por falta de verba governamental, e sim pelo afastamento dos pais dos seus filhos. Da falta de coragem de olhar o caderno dos seus filhos e impôr disciplina e responsabilidades.

Deixo dois sites para você entrar em contato com o ensino domiciliar.