QUEM É QUEM!

Falamos sobre projeto de forma mais didática no último texto.

Mas falamos também da possibilidade de não se fazer projeto, de termos apenas uma consultoria específica para resolver um espaço.

Isso nos leva a pensar : Quem é quem nesse mundão da construção????

Num dos textos anteriores, até passei pelo assunto rapidamente, mas vamos conversar mais sobre isso.

Sou formada há 30 anos ( afffe!!!).

Quando entrei na faculdade não existiam cursos superiores de design de interiores, moda, design gráfico, etc.

Muita coisa passava pela faculdade de arquitetura. Lembro-me quando de meu trabalho de graduação. Tinha gente fazendo o básico: projeto ou urbanismo. Mas tinha gente fazendo moda, design de objetos, barco, houve até um que fez toda a programação visual de uma banda de rock da faculdade, fez até a capa do LP ( minha nossa….).

Hoje não é assim. Para cada área há um curso.

Não acho errado. Acho bom, ninguém é “ sabe tudo”.

A formação do arquiteto é genérica, ou seja, ele entende de vários aspectos que envolvem o “ espaço físico”, tudo que diz respeito à dimensão, iluminação, acústica, ergonomia, entre outros, passa pela arquitetura.

“Ser arquiteto é fazer de simples traços a projeção de sonhos, a construção da realidade do desejo em arte concreta.”…desconhecido.

E ele precisa saber disso tudo para criar espaços de acordo com cada necessidade.

Ao longo da carreira cada um vai definindo melhor sua área de atuação: residencial, corporativa, médico-hospitalar, interiores, gerenciamento ou até mesmo obra.

Por outro lado foram surgindo diversos profissionais, de áreas distintas das ligadas diretamente à construção civil.

Moda, designer gráfico, designer de objetos e o designer de interiores.

Muitos confundem este último com o arquiteto de interiores.

O arquiteto tem profissão reconhecida, o que o leva a ter responsabilidade penal.

O design, ainda não o é. O processo de reconhecimento está em andamento. Mesmo assim, são formações diferentes, com tempo de curso diferenciado, com bases próprias.

Mas são profissionais que atuam no mesmo segmento, devem ser parceiros de trabalho.

Não pode haver “ disputa” entre eles….sabe aquela velha conversa que engenheiro e arquiteto são rivais? Balela..são profissionais que se complementam.

O mesmo com arquitetura e design de interiores.

Tudo depende do que você precisa, qual a área ( m²) está envolvida, qual a profundidade de intervenção, etc.

Vamos ainda falar sobre novas construções e isso vai ficar mais claro.

Mas uma coisa é certa: ninguém vai a lugar nenhum sendo “ tudo”, porque assim o será superficialmente. As parcerias com o especialista, sabe aquele que é “o cara” na sua atividade, são importantíssimas para trabalhos bem feitos.

Eu sei, eu sei…é muita informação. Mas aos poucos você pega o jeito!

Vamos conversando e verá!


Só para lembrar

……se gostou curta e compartilhe.


Eu sou Teresa S Veiga…Arquiteta, tenho meus pés no chão com a Acta Arquitetura…e minhas asas no design de jóias, já o coração, vive nos dois!

Quer conhecer mais? http://www.acta.arq.br