A questão principal, é que a empatia muitas vezes é seletiva. Não se estende ao que não vivem. Correm para salvaguardar o amigo, mas não olham muito além do próprio mundo. Não procuram entender. Buscam até deslegitimar qualquer causa, a qualquer custo, sem nem se abrir ao diálogo.
A empatia do privilegiado
Ana Squilanti
596

Sem nenhuma dúvida esse é o ponto mais importante da intolerância hoje. Sensacional.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.