Pago ou pagado? Impresso ou imprimido?

Essa é uma dúvida cruel tanto da fala quanto da escrita.
Se eu tivesse pago a dívida em dia, OU Se eu tivesse pagado a dívida em dia, 
não teria pago OU não teria pagado tantos juros.
Essa forma nominal do verbo, que indica uma ação concluída, chama-se particípio. O problema é que alguns verbos apresentam duas palavras diferentes para representar esse tal de particípio. Por exemplo:
Aceitar — aceitado, aceito 
Entregar — entregado, entregue 
Expressar — expressado, expresso 
Expulsar — expulsado, expulso
Acender — acendido, aceso 
Benzer — benzido, bento 
Eleger — elegido, eleito 
Morrer — morrido, morto 
Prender — prendido, preso
Exprimir — exprimido, expresso 
Extinguir — extinguido, extinto
PORÉM, quando usar a forma “maior”, terminada em ADO/IDO (chamada de regular), e quando usar a forma irregular, a mais curtinha (reduzida)???
Muito simples: basta olhar o verbo que acompanha esse particípio.
Se os verbos forem:
TER ou HAVER = deve-se usar o PARTICÍPIO REGULAR (ADO/IDO)
SER ou ESTAR = deve-se usar o PARTICÍPIO IRREGULAR (a forma reduzida, curta) 
Portanto:
O certo é dizer: 
Se eu tivesse PAGADO a conta em dia, não teria PAGADO tantos juros.
A melhor aluna foi ELEITA a representante de sua turma.

Até!

Texto Fácil
facebook.com/textofacilescrita
Instagram: @textofacil

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Texto Fácil’s story.