É preciso dizer adeus

Sabe, andei pensando muito em você, pois é, mesmo sabendo que já deve ter esquecido até o meu sobrenome e que neste momento se encontra bem acompanhado naquele pub em que costumávamos ir, afinal, ele era o nosso preferido, você era. Só queria te dizer que a saudade se fez presente aqui comigo dia após dia, mas a esperança também, perdi as contas das vezes em que ia dormir acreditando que ao amanhecer iria olhar a tela do celular piscar e ver que eram mensagens suas. Não eram. Nunca foram. Meses se passaram e com eles o meu sentimento por você, na verdade, o que restava ainda de um coração machucado. Mas foi difícil, viu? Quantas noites mal dormidas, quantas lágrimas derramadas, quantas vezes você invadia a minha mente e alimentava a sensação de que eu havia te perdido. E sabe aquele ditado de que o tempo é o melhor remédio? Finalmente pude perceber não só que estou bem sem você, mas que passei tanto tempo tentando ser a peça chave do teu quebra-cabeça que me perdi em meio a ele. Éramos de universos diferentes, nunca fiz parte do seu e agora entendo que foi preciso dizer adeus ao que nunca me pertenceu.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.