7 Hábitos Que Podem Tornar Você Um Programador Medíocre

Essa é uma história sobre como o Stack Overflow destruiu os melhores programadores que conheci. E como você pode usar isso a seu favor.

[EDIT] Quando esse texto foi escrito há dois anos atrás eu já entendia que o empreendedorismo era uma das melhores maneiras de não se tornar qualquer coisa como "medíocre". Por isso no final do post deixo um convite exclusivo e um cupom de desconto para meu curso sobre como EMPREENDER UM APLICATIVO.

Dizem que no futuro algumas profissões serão substituídas por máquinas. Um estudo da Universidade de OxFord apontou que existe 48% de chance da profissão Programador ser automatizada nos próximos 20 anos.

Quanto mais mecânicas nossas ações forem, mais fácil sermos substituídos.

Existe uma grande diferença entre você ser um repetidor de ifs e você ser um programador.

Apertar parafusos x Criar parafusos

Para ser um repetidor de ifs, basta saber ler, escrever e conhecer algumas regras de programação, isso é fácil e meu primo aos 8 anos de idade já sabia fazer. É um processo braçal.

Ser um programador exige conhecimento de lógica, programação, algoritmos, estruturas de dados e muito cérebro. Isso dá trabalho, exige esforço e anos de estudo. É um processo intelectual.

Aqui estão os 7 principais hábitos que vi acontecer ao longo dos últimos 5 anos com meus amigos e conhecidos e os fizeram permanecer presos e estagnados no conhecimento e atrás no mercado.

Por outro lado, vi muita gente crescendo profissionalmente que não cometia os seguintes erros:

1 — Na primeira dúvida procurar no Stack Overflow

Nosso cérebro é naturalmente preguiçoso, ele nunca guarda informações desnecessárias.

Quando você ensina ao seu cérebro que não precisa se esforçar ele entenderá aquilo como irrelevante e você dificilmente assimilará na memória algo assim.

A mesma coisa se aplica a encontrar soluções no stack overflow logo que a dúvida surge.

Se você sempre tiver a resposta a mão, nunca assimilará o conhecimento e na primeira queda de luz: lá se foi todo seu "conhecimento".

Se você faz isso: Procure primeiro quebrar a cabeça e entender o problema, e somente em último caso busque um atalho. E nunca, mas nunca cometa o próximo erro….

2- Copiar e colar o código da web

Um código que você não entendeu, que não sabe quando foi escrito e que vai esquecer em 5 minutos. Que programador você quer se tornar?

Códigos de terceiros são ótimas fontes de aprendizado.

Eu disse: aprendizado. Não se aprende a andar de bicicleta fotografando pessoas andando de bicicleta.

O teclado do programador copypaste

Se você faz isso: Primeiro veja a data do post, certifique-se que isso é seguro e depois compreenda o que o código faz.

E uma dica valiosa: Cole o código em forma de comentário e re-escreva-o manualmente. Isso ajuda seu cérebro a entender que isso é importante, você assimila e aprende.

3- Não debugar (Ou saber usar bem o debugger)

Debugar o código utilizando prints não é nenhum crime, mas você está desperdiçando um grande aliado que poderá fazer você economizar horas quebrando a cabeça com um simples inspect/watch em uma variável.

Um programador que não utiliza bem um debugger é como um mecânico sem ferramentas.

No meu caso, como sou programador Android, um curso para utilizar a IDE me ajudou bastante, principalmente com a mudança de IDE´s oficiais que aconteceu alguns anos atrás.

Um mecânico novato

4- Não ler a documentação da plataforma

Eis o maior erro do programador preguiçoso. É mais fácil copiar um código pronto que funciona que investir horas lendo a documentação da plataforma.

Mas estará comprando uma passagem sem volta para a terra dos programadores desempregados ou miseráveis do futuro. Um bom programador substitui 3 desses.

Fazendo isso você não saberá o que está escrevendo, quando der erro não saberá o motivo e o pior: quando funciona também não.

E uma dica valiosa: Algumas plataformas possuem a documentação na própria IDE ou no Código Fonte, em geral elas foram escritas por engenheiros experientes e poderão te trazer vários insights para usar em seus códigos, além de uma valiosa bagagem e experiência.

Essa é a diferença entre ganhar R$ 20/hora e ganhar R$ 100/hora de trabalho.

5 — Não estudar sempre

O que não está crescendo está morrendo.

Como disse Anthony Robbins, autor dos best sellers Desperte Seu Gigante Interior e Poder Sem Limites: se você não está buscando aprimorar seus conhecimentos na área está fadado ao fracasso.

A área de tecnologia se renova a cada instante, a cada momento surge algo novo. Uma nova versão do Android, com novas funcionalidades, uma nova plataforma, uma nova linguagem.

Há 2 anos a Apple apresentou uma nova linguagem de programação, o Swift. Lembro-me como se fosse hoje, alguns programadores desesperados reclamando da vida, outros vendo como uma oportunidade de começar do zero.

Há alguns meses a linguagem Kotlin foi lançada em sua versão estável e está dando o que falar no mundo Android.

O que novo você aprendeu nesse mês?
Qual conhecimento reforçou nesse mês?

6- Não conhecer as principais guidelines da plataforma

O 6º pecado capital: Preguiça.

Desconhecer as guidelines ou os padrões de projeto farão você encontrar erros constantemente e cair nesses 7 hábitos.
De leaks de memórias até reprovações em lojas de aplicativos acontecerão por falta de conhecimento das regras e boas práticas.

Se você faz isso: Invista 1 hora do seu dia, e ao invés de jogar vídeo-game ou assistir séries, dedique-se a ler as guidelines da plataforma que programa, isso só trará vantagens ao seu dia a dia com a programação. Ex: Ganho de produtividade e assertividade.

Alguns exemplos:

Android Guidelines
iOS Guidelines
PhP Guidelines…

7 — Última e mais importante: Não saber que não sabe

Existem 2 tipos de programadores no mundo: Os que sabem que não sabem e os que não sabem que não sabem.

Ficou confuso?
Um programador que não sabe que não sabe é aquele que não assume para si mesmo suas limitações, aquele que acha que sabe tudo sobre a linguagem ou plataforma pois programa há 1 ano e já conseguiu copiar e colar um software da internet.

Ele tem a ilusão que já entende e isso o limita a realmente aprender com humildade.

Se acha o cara na programação mas nunca usou um debuger

Quando você é desse tipo, tem uma tarefa que nunca ninguém fez e não existe uma solução pronta na internet: fica perdido, se estressa e vai colocar a culpa ou no código antigo, ou no chefe, no prazo ou em qualquer outra coisa.

Esse tipo de programador não reconhece que precisa estudar e aprender mais, ou simplesmente pedir ajuda.

E quem sabe que não sabe?

Quando você tem uma tarefa desse tipo, mas sabe que ainda não sabe como resolver, é extremamente mais fácil: primeiro você reconhece que não sabe, busca ajuda e referências, estuda, lê a documentação, aprende e põe em prática.

Esse é o programador que quando tem dúvida não começa colocando a mão no código fonte: começa estudando e planejando como resolver o problema.

Esse tipo de programador é aquele que, em geral, escreve para o Stack Overflow.

Esse jamais será um programador medíocre, mesmo que tenha 3 meses de experiência com programação.

Se você comete algum desses 7 crimes contra sua carreira lá vão 3 dicas para você reverter isso hoje:

1 — Experimente 1 dia sem stack overflow

Isso mesmo, experimente quebrar a cabeça e ver o quanto você precisa aprender, isso vai ser um ótimo exercício de auto conhecimento.

Anote todos os pontos que você se sente inseguro em um papel e no final do dia, antes de dormir, leia eles e pense: O que eu vou fazer com isso amanhã?

O que fará diferente no próximo dia?

2— Aprenda algo novo

Faça um curso: existem diversos cursos gratuitos que você pode fazer. Eles te trarão insights, te forçarão a estudar.

Eu recomendo que comece por esse Curso Como Empreender um Aplicativo que citei no começo do post. Que trará para sua carreira uma visão empreendedora, a mesma que seus clientes devem possuir quando lhe contratam.

Já pensou em acumular mais esse skill empreendededor?

3— Recomece do Zero

Talvez seja a hora de olhar para o básico novamente.

Quando olhamos para o básico, como se não conhecêssemos o assunto, nosso cérebro se abre para novas informações e surgem inúmeros novos insights e aprendizados.

Por mais experiente que você seja em algo, existe sempre algo novo para aprender, SEMPRE.

Começar a aprender uma nova lingua, uma nova skill para somar ao seu skillset pode lhe abrir caminhos nunca antes explorados pelo seu cérebro.

O conhecimento nunca para. E reconhecer que você não sabe tudo e não está pronto é o primeiro passo para começar a criar algo sólido.

Daqui a 30 anos, o que você contará com orgulho para seus filhos?

Vai ficar fora dessa?

Aprenda algo novo, com um método de ensino eficaz e o melhor: somar um novo skill.
Para quem se inscrever através desse POST vou deixar 20% de desconto! As inscrições são limitadas e terminam em breve.

Insira o código POSTMEDIUM e garanta 20% de desconto.

Para saber mais clique nesse link.

Eu fico por aqui e espero ter trazido novos insights para você.

Se eu te trouxe algo bom: deixe um comentário e compartilhe com seus amigos essa mensagem!

Um abraço!
Thainã Monteiro

Thainã Monteiro

Written by

Desenvolvedor Mobile e Empreendedor.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade