Thaís, quase dei highlight no seu texto inteiro.
Mariana Zambon Braga
21

Muito obrigada pelo seu comentário! Fiquei super feliz com os elogios, é sempre bom saber que um texto feito por mim causou em alguém uma sensação de identificação.

Quando eu escrevia o texto, eu percebi que eu parei de escrever sobre amor antes de começar a viver um e isso aconteceu por medo do estigma no mundo de quem escreve e até mesmo por temer ser vista como sonhadora, ingênua e afins por quem está de fora. Super te entendo nessa, demorei um tempo bom pra ter coragem de postar o texto aqui justamente por não querer ser vista como a bonitinha que acha que escrever sobre amor é ser escritora. Pensei o quão limitador é essa visão e postei como birra, sabe? Mesmo ainda sendo uma pessoa que não consegue se dizer escritora.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.