garças brancas no meu lençol

meu lençol verde com motivos da natureza já ouviu tanto rock n roll. confesso que não gosto das garças pousadas nele. deixo as quietas ali já que nunca atrapalharam minhas danças.
e fizemos rock n roll nesse lençol verde com motivos da natureza. da última vez, as marcas dos nossos corpos ficaram ali como braile. por dias me embrulhei naqueles cheiros que eu não lembro mais. não sei dizer se é de pele ou xampu. esqueci teus sons, mas lembro que eram curtos e me faziam querer ouvir mais.
no meio do lençol verde com motivos da natureza eu lembro do embalo dos quadris e de como as mãos encaixavam bem em qualquer lugar que se destinavam a tocar.
hoje somos uma velha canção de rock n roll que escuto ao fundo de uma conversa calorosa entre amigos. mas quando me dou conta qual música é, sorrio para dentro de mim e volto meus olhos ao horizonte.