“Logomarca”, Logotipo, Logo!

Todo projeto gráfico passa por algumas etapas na sua concepção. Assim acontece também na criação de logos, seja voltado para uma empresa, para um produto ou para uma pessoa.

Construindo o conceito do projeto

Buscamos conhecer o máximo sobre a empresa ou produto com quem estamos trabalhando, baseando-se e indo além do que uma entrevista com o contratante já indicou como cultura da empresa, mercado em que atua, pautas de marketing, comunicação já praticada pela empresa e etc. Buscamos informações que nos ajudem a entender o contexto que a empresa está inserida e as dificuldades que ela enfrenta. É extremamente importante reunirmos o máximo dessas informações em forma de imagem para formarmos um Painel Referencial que irá nos auxiliar em etapas futuras.

Painel Referencial criado durante a criação do logo E.R.B. Solar

Na sequência, vamos dentro desse painel buscando palavras-chave que representem o que estamos observando, fazendo analogias simbólicas que serão representadas em um segundo painel que chamamos de Painel Sintético. Aqui já estaremos sintetizando imagens e informações que nos forneçam uma biblioteca visual para assimilarmos e escolhermos coerentemente peças para construir nosso projeto gráfico.

Painel Sintético criado durante a criação do logo E.R.B. Solar

Agora partimos para nosso terceiro e último painel. Aqui uniremos materiais que representem conceitos que construímos partindo do painel anterior. Nessa etapa reunimos projetos gráficos que se assemelhem ao que desejamos para nosso projeto, símbolos que são importantes ao conceito que construímos, tipografia, paleta de cores, e etc… lembrando que não há uma regra que dita ou limita os elementos que aparecerão no nosso Painel Conceitual, tendo em mente que eles nos ajudarão a formar nosso logotipo final.

Painel Conceitual criado durante a criação do logo E.R.B. Solar

Criando o Logo

Essa etapa não possui regras. Aqui a liberdade é total, nas maneiras e ferramentas que podem ser utilizadas na construção do projeto final, mas o painel Conceitual está ai para ajudar e limitar as nossas ideias.

Apesar de não termos regras, há alguns pontos importantes a atentarmos:

Tipografia

A escolha da tipografia deve ser feita com alguma cautela, pois toda fonte possui uma identidade própria, e se essa identidade e suas formas não se adequam ao conceito que buscamos, corremos o risco de não atingirmos o conceito que construímos.

Paleta de Cores

É inegável a importância da cor na imagem de uma empresa, ela guia toda a identificação visual, sendo muitas vezes a principal referência nas nossas mentes. Então a escolha deve ser feita calmamente, considerando cada detalhe, sensações e sugestões que as cores produzem.

Grid e Superfícies

Um ponto tão importante quanto todos os anteriores, que atua gerando balanço e maturidade para a marca é pensar o Grid, não só como estrutura para a iconografia e tipografia, mas também como proteção para aplicações da marca como um todo.

Resultado alcançado ao final do processo do logo E.R.B. Solar

Essa é uma metodologia válida para qualquer projeto gráfico que trabalhemos, contudo não precisamos segui-la sempre à risca. Estamos tratando de algo que não é exato. Vários resultados podem atender a um mesmo objetivo. O certo nesses projetos significa o que funciona.

Like what you read? Give Thales Areias a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.