V

Estou vendo morrer tudo em que acredito

Está ruindo, dissolvendo

E não sobra nada que sustente os meus pés

Eu não sei mais em quem confiar

Todos mentem, desmentem

E a verdade desapareceu por trás de maquiagem carregada

Eu não tenho para onde voltar

Tudo se foi, se perdeu

E em minha frente um breu desesperador

Não quero mais ficar neste lugar

Coração parou, o corpo travou

E neste imenso vácuo é me sugada a energia

Eu acreditei, eu esperei

Em algo

O que me resta?

Nada.

Like what you read? Give Ritter a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.