equalize

enquanto escuto equalize, da pitty, me lembro de você. enquanto escuto legião urbana também. ou quando toca passenger. broods também remete a nós. enfim, em cada música que eu ouço, lá está você: retratado numa frase, ou na melodia toda.

mesmo que a música fale de qualquer assunto aleatório, eu sinto você. penso em você. lembro de nós. mas confesso que tenho um carinho especial por equalize. ela transmite e-xa-ta-men-te a nossa história.

eu poderia cantar cada trecho, cada frase, cada palavra, cada vírgula no seu ouvido. eu adoraria o timbre da sua voz me dizendo que essa não é a menina quieta que conheceu a dois anos atrás e depois rindo da minha ideia maluca. mais tarde, aninhada em seu colo, eu poderia explicar todos os detalhes da minha teoria de que essa música estava destinada a nós. depois de alguns carinhos e conversas aleatórias, eu adormeceria e, mesmo você não gostando de pitty e não sendo sentimental, iria pesquisar no youtube e escutá-la duas vezes, sorrindo e olhando pra mim.

de manhã, logo que eu acordasse, veria um desenho onde eu estou deitada em cima de um enorme equalizador, e escutaria levemente você ensaiando desajeitado essa música no violão. então eu sorriria, e descobriria o único ponto em que nossa relação difere da música.

nós estávamos sincronizados o suficiente para que nossa relação durasse mais ― muito mais ― que apenas 3 minutos.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated thays’s story.