DemoPlutocracia: Não leia isso

São José, Primeiro de Agosto de 2016

Dia de sol. Levo minha mulher ao serviço, como de praxe, de segunda à sexta. Por alguma vontade súbita e inexplicável comecei a arrumar a casa, como lavar louça e passar vassoura na casa. Ainda sim eu sei que posso fazer mais, mas, convenhamos, evolução é um processo lento e gradual, a exemplo do que ocorrera na transição da ditadura para democracia — E que democracia é essa, hein, onde se quer as regras do jogo são respeitadas?

Devo ter esquecido de tomar meus remédios ontem à noite — um Depakote e um Fluoxetina — sempre quando isso acontece, no dia seguinte um sentimento de angústia se apodera em mim — e vou até a padaria comer igual a um porco — calma, gente, ainda não virei palmeirense e tampouco tenho hábito de cuspir em inimigos políticos.

E a angústia se intensifica quando me recordo que a buzina da Biz não funciona — existe maior sensação de impotência para quem anda de moto não ter buzina? Provavelmente, a de conceder entrevistas à mídia estrangeira quando se foi chefe do Executivo da Oligarquia Federativa do Brasil e de dar vexame ao ponto de chamar atenção até dos alienígenas! Isso deve ser muito pior, por exemplo, do que gastar dinheiro em mantimentos cujas finalidades seriam melhores atendidas se tomasse um Rivotril ou do que dar aumento de 41 % para o Judiciário sem ressalvas- vamos aconselhar a próxima geração fazer o que nossa geração Y não fez: ir ao psiquiatra — o inconsciente coletivo da classe média esta ouvindo na função repeat a mesma música de 64 em um esquizofrenia (com uma placa de LED piscando: SENTIDO METAFÓRICO) blasé -em um flashback nostálgico de um pesadelo, dando a força à crença de que corrupção se combate nas ruas, xingando e ofendendo pessoas contra o impeachment nas redes sociais e nas ruas — isso sim é exemplo de civilização suprema e evoluída de deixar os astecas morrendo de inveja . Imaginem só se me chamassem de “puta”!!! Partindo de quem partiu, ia me soar um verdadeiro e escatológico elogio.

9:26 — Estou no BR Motos esperando arrumarem a buzina. Temos sempre que ver o lado positivo das coisas: se não fossem demorados , eu não teria condições de escrever este texto. Eu sei que o cara leitor deve estar garimpando neste texto miserável onde se encontra o lado positivo da demora do atendimento. É capaz de digitar no Google o nome da oficina para ligar e fazer uma reclamação direta ao dono da oficina:

“Porra, vocês tem todo o direito de demorar o quanto for para atender cliente qualquer, mas este cara não demorem!”.

Assim, me sentiria VIP, me sentiria a classe média que, por se entorpecer de mídia tupiniquim, se acha a elite do país (Que Gingo Biloba são estes canais de comunicação em massa que nos fazem sentir degraus acima do qual estamos em uma espécie de alucinação sociológica — e depois querem incriminar usuários de drogas! É como estou fazendo: sugeri no título para você não ler o texto. Se os grandes canais fizessem como eu, eles promoveriam a eutanásia semi-coletiva dos cidadãos Kane — até porque não passa de cinco ou seis famílias. Em meu caso, estou promovendo o suicídio do Ego que nos aprisiona em grades invisíveis de nos demonstrar nosso verdadeiro Eu — mas isso é pano para outro texto.

Em tempo: coxinhas vencidas virão com o seguinte comentário manjado: 1)Só pode ser louco mesmo para querer ser contra o impeachment. 2) Fora PT 3) Lula na cadeia.

Ou seja, vão ficar “p(l)uto” comigo.