Um ano para dissolver e recompor

Que em 2016 você tenha paz suficiente para viver com plenitude cada dia de sua vida.

Que em 2016 você seja tolerante com os amiguinhos diferentes de você, seja física, ideológica ou culturalmente.

Que em 2016 você xingue menos e elogie mais.

Que em 2016 você procrastine a procrastinação e viva o aqui e o agora.

Que em 2016 você faça as pessoas sorrirem e se sentirem bem à sua volta.

Que em 2016 você lute por seus ideais, mas ao menos escute os ideais do outro.

Que em 2016 você gaste mais horas se exercitando e se alimentando de forma saudável.

Que em 2016 você ria mais de si mesmo.

Que em 2016 você se preocupe menos com a vida alheia, seja pela janela do vizinho ou pela internet.

Que em 2016 você se magoe menos com quem te machuca e consiga entender o problema daquela pessoa antes de julgá-la.

Que em 2016 a sua idade não te impeça de ser energicamente jovem e maduramente adulto.

Que em 2016 você tire os projetos da gaveta e realize seus sonhos. Ou pelo menos tente.

Que em 2016 você perdoe tudo e todos que já te fizeram mal.

Que em 2016 você se perdoe por ter errado e leve apenas as lições do que aconteceu.

Que em 2016 você seja feliz, porque já passou muitos anos sendo virtualmente infeliz.

Que em 2016 você perceba que apesar dos pesares, viver não é tão ruim quanto parece. Você só precisa sorrir mais.

Que em 2016 as coisas melhorem. Faça novos amigos, tenha mais motivos pra comemorar do que pra sofrer, viaje mais, abrace mais e respire fundo.

Você será recompensado.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Thiago Dalleck’s story.