Fim do Mundo

Se acabar, ok. Se não acabar, ok.

Como o Buda disse: Todas as coisas condicionadas são impermanentes - quando se vê isso com sabedoria, nos afastamos do sofrimento.

Essencialmente, o Buda está dizendo que "as coisas vão mudar, não importa... então aceite isso e torne a vida muito mais fácil para você".

E se você pode aceitar essa verdade, é um caminho para reduzir ou eliminar o sofrimento em sua vida.

O fim acontece lentamente.

O Buda nos disse que nosso mundo, com todos os seus apegos, não é permanente (um conceito conhecido como "impermanência" no budismo).

Ele muda e termina o tempo todo: Uma vez que as civilizações poderosas podem morrer lentamente como um sussurro (os romanos, astecas, maias, índios americanos, etc, todos podem atestar isso).

A normalidade que esperamos do mundo pode mudar gradualmente — e já está.

O mundo já acabou: apenas nosso ponto de vista no tempo que não permite essa percepção.

Você sempre esteve na criação, na duração e no fim do mundo: apenas continue a ser.