Resumo de uma nova caminhada

“Sou apenas um sonhador
Que hoje está procurando o caminho
Sou apenas um sonhador
Sonhando minha vida”

Sempre fui sonhador, e olhando para trás vejo que vivi muito mais sonhos do que a realidade. Acreditei que as coisas aconteceriam em minha vida de uma forma muito mais fácil e rápida do que realmente foram e tem sido.

Fazendo uma análise rápida da minha vida vejo que comecei a gostar de tecnologia muito cedo — e rápido. Só que não tão cedo identifiquei o que realmente curtia. Com 9 ou 10 anos de idade aprendi a mexer com softwares gráficos assistindo meu pai ter aula com um professor particular. Com 11 eu já trabalhava em gráfica como arte-finalista e dos meus 12 aos 23 eu tinha plena convicção que era um Bom Designer (#sqn)!

… PÃÃÃÃÃNNNN
Fude*******!! Deu tela azul na minha vida profissional!!!

Então de um dia para o outro percebi que toda minha visão sobre “@thiagokpelo, o profissional”, já não era mais a realidade. Eu realmente não era um bom designer como eu imaginava, tinha deficiências técnicas e me faltava aquele perfil criativo para o grande diferencial, um toque, da sutileza ao olhar sensível de quem tem dom e gosta do que faz.

Só que foi através de uma agência de publicidade (Sim, eu era um dos designers!!!) que descobri o que me fazia viver a minha realidade profissional mas sem parar de sonhar.

Era ela, a programação, os códigos, letrinhas malucas (como diz minha mãe)
Êtaaa..quanta letrinha malucaaa!!! =)

E foi o T.I que me trouxe de volta a “VIDA”. A partir do meu primeiro “Hello World!” enxerguei meu “eu profissional” com outros olhos. Trouxe de volta meus objetivos antigos: estudar, aprender, evoluir e ensinar.

Desde então venho construindo minha carreira de Desenvolvedor Front-end. Por 5 anos fiz cursos para me aperfeiçoar, tutoriais, vídeos no youtube, segui os mestres da área e vou te dizer, aprendi MUITO.

HTML5, CSS3 e JS

E não só isso, aprendi muito com negativas também, cada NÃO que eu recebi em uma oportunidade não me fez abaixar a cabeça, ao contrário, me fez reavaliar meus defeitos e melhorá-los, mas por nenhum minuto passou na minha cabeça:

“Será que isso é pra mim?” — @thiagokpelo

Eu sabia a cada novo código que eu nasci para aquilo. Bem feito, mal feito, com defeitos, com qualidades. É o que eu sei fazer. É o que gosto de fazer.

E mesmo que em alguns momentos eu tenha perdido o senso de direção na caminhada, tenho tido mais acertos do que erros, e hoje posso dizer para quem esta iniciando um novo ciclo em sua vida:

Nunca é tarde demais! =)

E aqui é só o começo da minha jornada, ainda tenho objetivos maiores, vamos em busca…