O meu maior conselho a vocês, é: construa uma empresa que você possa mandar o cliente indesejado tomar no cu.
O que diabos aconteceu com a GERAÇÃO Y?!
Ícaro de Carvalho
14.2K720

Pouco acima você falou sobre o cliente ser um pé no saco e aqui diz para o leitor que o ideal é ter a liberdade de mandar o cliente tomar no cu. Figura de linguagem à parte, o objetivo central (da vida, inclusive) seria o equilíbrio, não? É conseguir ser o bom prestador de serviço e conseguir evitar os clientes que não agregam.

Like what you read? Give Thiago Lara a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.