Anatomia dos fatos na bolha facebuquiana

Aqui vai um resuminho do que acontece quando pinta uma das três situações abaixo na minha timeline. Uma espécie de anatomia dos fatos na bolha facebuquiana que eu faço parte.

SITUAÇÃO 1 – Pessoa pública morre ou é internada

a) Os que comemoram e/ou torcem pela morte

b) Os que lamentam

c) Os que lamentam, mas… não vamos esquecer que a pessoa era/fez isso, isso e aquilo.

~circo armado~

b) acusa a) de hordas de selvagens doentes.

situações que escapam: aquele que em outras ocasiões comemoraria a morte/internação porque odeia o sujeito em questão, e/ou já comemorou outras mortes se mostra solidário. Então a) o acusa de ser um vendido, de pertencer à facção política inimiga (geralmente facção que b) e c) simpatizam), etc.

b) acusa o que se solidarizou de outrora ter destravado a horda de selvagens e de agora provar do próprio veneno. Começa o discurso com coisas do tipo “tá bonito de ver”, etc.

- Memes surgem;

- Colagens com manchetes de jornal para ilustrar a incoerência do outro lado são criadas. Legendas irônicas como #ué #quecoisa às vezes acompanham. Estes funcionam como HD externo alheio. O HD externo da lucidez e da razão;

- Frases de impacto surgem: vem meteoro, devolve pros índios, volta que deu merda, a humanidade falhou, etc;

- Matérias do Sensacionalista são compartilhadas.

Dois dias, o assunto se esgota. Todo mundo exausto.

Próxima notícia da mesma natureza, voltamos ao ponto a).

SITUAÇÃO 2 – Tragédia/Atentado em país rico vitimando dezenas

a) Os que mudam a foto do perfil em homenagem às vítimas;

b) Os que não mudam;

c) Os que mediam os conflitos que vão surgir entre a) e b).

~circo armado~

Parcela de b) acusa a) de não se solidarizar com as vítimas de outros atentados que ocorrem pelo mundo e que às vezes vitimam muito mais gente. Engraçado que quando teve o atentado no país X ninguém mudou a foto do perfil. #bandodehipócritas

c) entra no jogo dizendo que a) tem direito a mudar foto do perfil e b) tem o direito de não mudar. Cada um se solidariza do jeito que quer, na hora que quer.

a) e b) acusam c) do crime de isenção.

- o HD externo da lucidez e da razão aparece. Aqui é geralmente usado por b), com colagens de manchetes de tragédias/atentados em outros lugares que não causaram tanta comoção e mudança de foto no perfil;

- Matérias do Sensacionalista são compartilhadas.

Dois dias de intenso debate esgotam o assunto. Todo mundo exausto.

Próxima notícia da mesma natureza, voltamos ao ponto a).

SITUAÇÃO 3 – Político de situação toma uma medida

Aqui o bicho pega.

a) Os que são contra a medida (em geral de oposição)

b) Os que são a favor (em geral de situação)

c) Os que não são contra nem a favor, muito pelo contrário

~circo armado~

a) diz que não esperava diferente e que suas previsões e análises acuradas estão se confirmado: estamos indo firmes na direção do abismo inevitável.

b) diz que é isso aí e se reclamar vai ter mais. E outra, se o político de a) estivesse no poder teria feito a mesma coisa. Se a classe política de a) já esteve no poder, então, b) prontamente lança poderosas colagens com manchetes com a legenda ué, aqui vocês não reclamaram, né?

a) acusa b) de alienação política.

b) acusa a) de ressentimento.

a) diz que está chocado de ver tanta gente querida na timeline apoiando a medida/político. Se você apoia isso, pode me excluir da sua lista de amigos.

a) e b) se unem para atacar c).

a) e b) acusam c) do crime de isenção.

c) diz que a) e b) são iguais. Faces opostas da mesma moeda.

Com o dedo em riste, c) diz que de mais a mais, não estar de um lado nem de outro não é ser isento. É um posicionamento político muy firme e claro. O posicionamento de ladinho. E assunto encerrado.

c) quando muito irritado pode aparecer como o HD externo da lucidez e da razão, atirando colagens para todos os lados, mostrando as incoerências de a) e b). Aqui os seus candidatos dando as mãos nesse e nesse assunto. #cambada

Situações que escapam: alguém que a) acreditava ser contra a medida se manifesta a favor. Ou que b) acreditava ser a favor se mostra contra. Linchamento na certa. Parcela de a) diz que fulano é vendido, parcela diz que esse aí nunca me enganou. B) segue o mesmo caminho.

- Chuva de memes;

- Catarse;

- Amizades desfeitas;

- Recordes de compartilhamentos do Sensacionalistas;

- Bug de colagens no Paint.

Dois dias de intenso debate esgotam o assunto. Todo mundo exausto.

Próxima notícia da mesma natureza, voltamos ao ponto a).

***

Claro que em várias situações eu me vejo sendo a), b) ou c), mesmo sem me manifestar na rede. E claro que é mais que a, b e c envolvidos. Mas no grosso, esse padrão costuma aparecer, como se estivéssemos presos nisso sem muita margem de respiro. É mais ou menos assim na TL de vocês também?