Filosofia

Penso, logo existo. Esta é uma das frases filosóficas mais lembradas pelas pessoas. O interessante é que estas não sabem quem disse a frase, ou o mais importante, por que o disse? E como foi o processo lógico para se chegar a tal conclusão? Pois bem, quem disse esta frase foi René Descartes, e o que ele fez para chegar a famosa conclusão foi filosofar. A filosofia de Descartes foi marcada por seus questionamentos quase absurdos sobre a realidade. Esta característica é essencial para toda pessoa: saber se questionar, será que você consegue?

A maioria dos brasileiros pensa que filosofia é apenas uma matéria chata sobre pessoas do passado que não podem de maneira alguma influenciar as nossas vidas hoje. É aquela velha indagação: “Más professora, pra quê eu preciso aprender isso? Esse cara já morreu faz séculos do mesmo.”. O que me deixa feliz é saber que ao fazer esta pergunta o aluno querendo ou não está fazendo filosofia, talvez o erro seja justamente o professor fazer o aluno aprender sem uma boa resposta a aquela boa pergunta: por quê você vai/foi a escola? Por que você faz isso? Por que? Pra que? Como? Quando? Onde? E está certo isso? Ou; por que isso é errado?

Perguntas, são como lampadas para os meus pés, me mostram um pedaço do caminho por onde devo seguir, e do qual devo me desviar sempre que enxergar um caminho melhor. Ou algo assim. Sabe, não é de hoje que muitas pessoas tem demonstrado aversão a quem questiona de mais. Pessoas que querem saber tudo são incômodas, pois elas tendem a trazer mudanças para a vida de todos. E quando todos estão acostumados e conformados com suas vidas, quem trás a mudança não passa de um estorvo. O triste, nesta parte da história, é que na sociedade atual os jovens que sempre foram símbolo de questionamentos, de mudanças, e de revolta se tornaram ignóbeis bêbados hedonistas.

Continuando, se você é do tipo inquieto, inconformado com o mundo do jeito como ele é, se manifeste, escreva textos, grite ao mundo que você vê algo de errado. Muitos dizem que o Facebook e as redes sociais em geral tem dado muito poder de opinião às pessoas, e eu vejo isso como algo muito bom. Estes meios têm permitido cada vez mais pessoas a participarem do embate praticamente mundial de ideias, de conversas e polêmicas que têm ascendido, aos poucos, nas pessoas novamente o fogo da filosofia.

É neste cenário que entra a imperativa importância da filosofia na escola, como matéria, como assunto para se estudar, decorar e entender. Desde a escolha da tua visão politica até a formação e utilização das palavras bolacha e biscoito, por trás de tudo isso existe a filosofia. Por exemplo as ideias mais básicas de mundo criadas por Aristóteles e Platão, nas eras antigas da Grécia, vieram com o passar do tempo a influenciar pensadores e políticos e hoje se manifestam de forma indireta na visão de mundo das ideologias de esquerda e direita.

Filosofar é viver, talvez você não saiba exatamente o que esta palavra significa, mas certamente já a pôs em prática, nem que tenha sido quando criança. Participe das discussões ao teu redor, se faça relevante neste mundo, não seja preguiçoso, presunçoso, mas seja ganancioso, faminto de respostas e de novas ideias, pense e assim, exista.

Sejamos todos amigos de sofia.