Adicionando super-heróis a comunidade Rust

Em dezembro, a Mozilla Brasil em parceria com a comunidade Rust Lang BR lançou um projeto que reúne programadores Rust e líderes comunitários de lugares de todo o Brasil para avançar os esforços cruciais de evangelismo no país. Hoje estamos entusiasmados em anunciar a participação de mais de 20 mobilizadores que evangelizarão Rust garantindo que mais programadores conheçam, usem e evangelizem Rust no Brasil.

Ao longo dos últimos meses, os mobilizadores estiveram envolvidos em atividades da comunidade Rust, presenciais ou on-line, e como membros da comunidade de programadores no Brasil.

A missão principal dos mobilizadores é focada na atuação local por meio da organização de oficinas de Rust que introduzam a linguagem de programação nas comunidades de tecnologia locais, os mobilizadores ensinarão Rust baseado em curriculum e documentação aberta que incluem:

E para avançar essa missão, os mobilizadores estão: conectados com líderes comunitários das comunidades Mozilla e Rust globais; envolvidos em iniciativas da comunidade open source; organizando e participando de eventos da comunidade tecnológica; e nas próximas semanas e meses conduzirão discussões, debates e sendo entrevistados pela imprensa sobre a linguagem Rust e iniciativas comunitárias que avançam a linguagem de programação.

Para apoiar os mobilizadores nós formamos um time líder do projeto que é composto por líderes comunitários, representantes da Mozilla, membros da comunidade Rust, ativistas da comunidade open source, do movimento da Internet saudável e da inclusão e diversidade na tecnologia.

Esses quatro líderes juntos trazem relevante conhecimento e experiência em Rust, liderança aberta, construção e colaboração comunitária, gerenciamento aberto de projetos, comunicação aberta, marketing, design, desenvolvimento, infraestrutura e operações (web) e muitos outros. Nós trabalharemos de forma contínua para manter o projeto, documentar todo o funcionamento do projeto abertamente, criar e obter recursos para o experimento e as iniciativas diretamente relacionadas, apoiar os mobilizadores, criar estratégias para promover o experimento e as atividades decorrentes dele, mentorar novos contribuidores, fazer chamadas regulares com a comunidade.

O time de liderança do projeto e mobilizadores se reunirão antes e depois do Rust Roadshow Brasil 2018 para participar de reuniões, treinamentos e mentoria para garantir que os mobilizadores sejam apoiados em suas atividades e projetos individuais ou em equipes.

É com essa energia que apresentamos a nova liga de super-heróis da comunidade Rust:

Alberto Margarido

Twitter: ACSMargarido, Mozillians: amargarido, Github: amargarido

Alberto Margarido

Gosto de muito de aprender coisas novas e ensinar também.Adoro resolver problemas e desafios e acho que todas as pessoas deveriam saber programar, a vida delas seria muito mais fácil. Devia ter 13 anos quando ganhei meu Apple II. Me formei no Mackenzie, estagiei no IEE (USP) e passei por pequenas e grandes empresas como BM&FBovespa, VIVO, Unibanco e Citibank. Já fui desenvolvedor, gerente e diretor de tecnologia. Vendi minha empresa (Dynamus) e agora estou ajudando comunidades open-source, hackathons e trabalhando como consultor TI.

Alexandre Cesar

Twitter: lxndrcesar, Rustaceans.org: huijari, Github: huijari

Alexandre Cesar

I’m a developer interested in language ergonomics, everything around and in between front and back end, excited about creative coding and how art can be made with code. I’m currently studying information systems at UFMG and researching about reactive architectures.

Ana Paula Vargas Maia

Twitter: anapaulavm, Github: anapaulavm

Ana Paula Vargas Maia

Mestre em Comunicação Social com ênfase em Novas Mídias pela Southern Illinois University — Carbondale (2012). Atual como Líder de Marketing da Lambda3 e voluntária na PrograMaria, além de ter mais de dez anos de experiência com estratégia digital de marcas, produção de eventos e gerência de comunidades. Trabalha com experiência em eventos acadêmicos, culturais e de tecnologia desde 2007. Passou por empresas como a ThoughtWorks e Cencosud Brasil, onde atuou com comunidades de tecnologia, eventos e produtos digitais.

Bruno Rocha

Twitter: rochacbruno, Rustaceans.org: rochacbruno, Github: rochacbruno

Bruno Rocha

Bruno Rocha é programador com mais de 15 anos de experiência em desenvolvimento de software em diversas linguagens e plataformas. Bastante envolvido com Software Livre mantém alguns projetos open source com foco em Python e desenvolvimento web, é membro da Python Software Foudation e ativamente envolvido com a comunidade Python brasileira, autor de um livro sobre Python e desenvolvimento web e professor no CursoDePython.com.br e também atua como Software Enginner no time de qualidade da Red Hat.Além de se dedicar a Python é um entusiasta da linguagem Rust e acredita que o futuro é brilhante! ops.. quer dizer, enferrujado! E tem se dedicado a aprender e repassar o conhecimento de Rust para os amigos Pythonistas.

Cássio Botaro

Twitter: cassiobotaro, Rustaceans.org: cassiobotaro, Github: cassiobotaro

Cássio Botaro

Membro ativo das comunidades Python e Go, ministrando palestras e cursos.Recentemente integrando também na comunidade rust. Possui atuação também em open source, possuindo contribuições em grandes projetos.

Cauê Baasch

Mozillians: cauebs, Github: cauebs

Cauê Baasch

Graduando de Ciência da Computação na UFSC, evangelista de Python e Rust, obcecado por música clássica e adoro gatos. Estou ajudando a fundar o Caravela Hackerclub para conectar pessoas que têm o que ensinar a pessoas que o querem aprender. Acredito que Rust tem muito potencial por ser uma linguagem moderna, segura e expressiva com um ecossistema e uma comunidade que continuam crescendo de forma muito saudável.

Diego de Oliveira

Twitter: lokimad, Mozillians: diegooliveira, Github: diegooliveira

Diego de Oliveira

Engenheiro de sistemas com mais de quinze anos de experiência, Diego é apaixonado pela entrega de software funcionando. Tem experiência de desenvolvimento que varia de sistemas embarcados a distribuídos, bancos de dados, infraestrutura e web. Hoje trabalha como Especialista de Sistemas no UOL-PagSeguro em área de disponibilidade de sistemas, checkout, modularização de componentes e mentoring.

Fábio Fernandes

Twitter: fhofernandes, Rustaceans.org: fabiohof, Github: fabiohof

Fábio Fernandes

I’m a developer with a broad interest in all things web related. From rust to js, from neural networks to webgl.Passionate about creative coding, generative arts and systems. Also, I’m currently pursuing a BSc in Computational Mathematics at UFMG.

Felipe Do E. Santo

Twitter: felipez3r0, Mozillians: felipez3r0, Github: felipez3r0

Felipe Do E. Santo

Felipe é um professor, desenvolvedor web e voluntário da Mozilla movido pela inovação. Graduado em Processamento de Dados pela FATEC-TQ e especialista em Gestão e Governança de TI, trabalha com desenvolvimento WEB desde 2006. Atualmente é docente na FATEC-TQ e participa da comunidade brasileira da Mozilla desde 2015, onde é Mozilla Rep, faz parte do programa Tech Speakers, é membro do comitê organizador e coordenador regional no Mozilla Campus Clubs.

Giovanni Martins

Twitter: giovannistultus, Mozillians: giovannism20, Github: GiovanniSM20

Giovanni Martins

Sou Giovanni Martins, nascido no Rio de Janeiro, tenho 17 anos. A minha trajetória com a programação, começou meio “cedo” (por assim dizer). Meu pai sempre curtiu jogar videogame e eu, não poderia ser diferente e foi lá para os 10 ou 11 anos de idade, que a curiosidade e o refúgio para alguns problemas começou. Durante uma tarde jogando, decidi questionar na internet como funcionavam os videogame e como eles eram feitos, comecei fazendo algumas buscas aleatórias: “como é feito um jogo de PS2 ?”. Até que descobri que eram feitos com linguagens de programação e cada busca eu ia refinando a minha próxima pesquisa. Depois de algum tempo pesquisando, decidi começar na parte de web, criando pequenos sites e evoluindo com o tempo. Os anos se passaram e entrei em um colégio técnico (fazendo “técnico de informática”) e lá para o meio do ano, tenho que um amigo (João Pedro) que decidi ajudar ele com o aprendizado mais profundo e a guia nessa parte de programação além da escola (por não curtir muito), foi com ele que ouvi falar a primeira vez da linguagem Rust, não dei muita bola no início e segui…decidi sentar um dia e experimentar a mesma, curti muito ela e a cada momento que ia pesquisando novas coisas e descobrindo mais, gostava mais e mais. Mozilla decidi anunciar o Rust Roadshow no Rio e decidi me inscrever, fui aceito e aqui estou eu.

Iago Caldeira

Twitter: iiagocaldeira, Rustaceans.org: iagocaldeira, Github: iagocaldeira

Iago Caldeira

Estudante de Engenharia de Computação pela PUC Minas, 22 anos. Trabalha atualmente com tecnologias web e um grande aficionado por de linguagens de programação e seus diversos paradigmas e aplicações.

Igor Leroy

Twitter: lerrua, Rustaceans.org: lerrua, Github: lerrua

Igor Leroy

Sou desenvolvedor especializado em backend, entusiasta do mundo open source, membro ativo e um dos organizadores da comunidade Python de Belo Horizonte. Atualmente trabalho home office com Go na Nuveo.

Janito Filho

Rustaceans.org: jvff, Github: jvff

Janito Filho

Janito é Engenheiro de Computaçạo formado na Universidade Federal de São Carlos. Trabalha atualmente no Laboratório Nacional de Luz Síncrotron em Campinas. Começou a brincar com Rust no final de 2016, e imediatamente se apaixonou pela linguagem. Aproveitou o ano de 2017 para estudar Rust usando-a no desenvolvimento de pequenas ferramentas e testes de instrumentação. Adora desenvolvimento de baixo nível, computação paralela e de alta performance e linguagens que oferecem alta produtividade. Por isso para ele Rust é escolha ideal, pois oferece alto desempenho, facilidade de gerenciamento de pacotes, segurança com o sistema de tipos, e alta expressividade. Possui um crate publicado no crates.io (serde-xdr) e atualmente busca aprofundar seus conhecimentos em programação assíncrona usando Tokio.

José Ramírez

Twitter: a30673083, Rustaceans.org: jose-ramirez, Github: jose-ramirez

José Ramírez

Venezuelano, 4 anos no Brasil, programador há mais de 10 anos (desde antes de formar de engenharia), gosto de aprender linguagens porque acredito que cada um é uma oportunidad de ver os problemas por uma perspectiva particular, pra não ter um só martelo para todos os pregos da vida.

Joelson Gai

Twitter: jg19_dev, Mozillians: jg19, Github: jg19

Joelson Gai

Programador, maker e entusiasta de tecnologia.

Jucélio Silva

Twitter: skalldihor, Mozillians: skalldihor, Github: Skalldihor

Jucélio Silva

Meu primeiro envolvimento com programação foi aos 16 anos de idade motivado por criar um website para a classe do colégio, a turma 202. Desde então venho estudando o processo de desenvolver software, fiz um curso online chamado Ciência da Computação 50 (CC50), entrei na Universidade onde estou cursando Ciência da Computação, tive por 2 anos duas bolsas do PIBIC/CNPq utilizando C/C++ e OpenCV, atualmente trabalho como SysAdmin e DevOps utilizando Docker, Python, Javascript na Rede Nacional de Ensino e Pesquisa no projeto GIdLab (Laboratório de Gestão de Identidade), mas venho estudando Rust e Elm, para um dia trabalhar com elas.

Marcelo Santos

Mozillians: mmsdocs, Github: mmsdocs

Marcelo Santos

Estudante universitário de Engenharia da Computação e Informação, na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Desenvolvedor, na Stone Co.. Entusiasta da linguagem Rust. E um mero mortal que acorda todos os dias tentando conquistar o mundo.

Mário Idival

Twitter: marioidival, Rustaceans.org: marioidival, Github: marioidival

Mário Idival

Desenvolvedor de soluções usando linguagens de programação. Tenho 25 anos, estou estudando/trabalhando nesta área a 6 anos. Passei por algumas tecnologias como C, Python, Ruby, Lua, Go, Javascript, CSS e hoje estou focado em Rust. Gosto bastante de ajudar projetos de código aberto pelo Github nessas linguagens que estudo.

Tiago Guimarães

Twitter: tilacog, Rustaceans.org: tilacog, Github: tilacog

Tiago Guimarães

Contador, consultor e desenvolvedor na região de Belo Horizonte, é membro e organizador da comunidade Python Minas Gerais, PyData BH e, recentemente Rust BH. Fascinado em promover eventos que incluam toda a comunidade local em discussões sobre software livre e novas tecnologias. Atua ativamente no ramo de análise e revisão de dados financeiros e fiscais.

Weder Mariano

Twitter: weder96, Mozillians: , Github: weder96

Weder Mariano

Pós Graduando em Midias Interativas UFG. Pós Graduado em Cybercrime e Cybersecurity: Prevenção e Investigação de Crimes Digitais, pela AVM Faculdades Integrada, Formado no curso de Ciências da Computação, pela Faculdade Anhanguera de Anápolis. Técnico em Informática pelo ITEGO Antigo CEPA(Centro Profissionalizante de Anápolis). Terminei a primeira fase do FreeCodeCamp em 2017. Possuo mais de 10 anos de experiência em desenvolvimento de Aplicações em varias Linguagens de Programação sendo minha especialidade, Java. Actualmente sou Gerente de Desenvolvimento de Sistema no Grupo ITC/SensrIT, onde trabalhamos com NodeJS e ReactJS. Fui Professor dos Cursos técnicos de Informática do Senac (Anápolis) por mais de 4 anos. Certificação S2B da Microsoft em .NET usando C#. Trabalhei também durante 2 anos com Mineração e Auditoria em banco de Dados usando PLSQL e PGSQL. Ministrei aulas de PHP na AF Sistemas. Na Prefeitura trabalhei com DB2 da IBM, implantei novos sistemas, Postgres, onde a nossa equipe nesse período foi desenvolvido mais de 25 sistema para varias Secretárias, entre ele o Novo Portal de Transparência que e 100% automatizado. A mais de um ano estudo o RUST, vejo futuro nele, a quase 3 anos faço parte da Mozilla. Tenho como Hobby Anime.

O Rust Roadshow Brasil 2018 é um projeto líderado por contribuidores das comunidades Mozilla Brasil e Rust BR, o projeto é conduzido abertamente, você pode encontrar atualizações em tempo real no repositório oficial do GitHub.


Originally published at Mozilla Brasil.

Like what you read? Give Thiago Policena a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.