mas…

eu sei que
nunca te tocarei como quero
nunca te farei sorrir, de perto
nunca ouvirei teu riso
nunca sussurarei em teu ouvido
nunca te olharei nos olhos
nunca farei tudo o que imaginamos

[mas…]

eu sei que
nunca, é apenas uma possibilidade
tudo pode vir a ser
o nunca pode ser agora
tudo pode acontecer

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.