Aplicativo DeepNude — suas fotos (nua) na internet

Tiago da Silva
Jul 12 · 3 min read

Mais uma forma irresponsável de expor e constranger mulheres

O mundo segue girando e produzindo aplicativos. Obedecendo a demanda e gerando mais demanda para mais aplicativos semelhantes. Um app que tem sido notícia há algumas semanas é o DeepNude — e seus subprodutos.

Assim como um algoritmo já pegava fotos suas e “montava”, com base em um vasto banco de dados, uma versão sua infantil — isso já é datado, faz umas semanas (Ô loquinho, meu!) — , este aplicativo relativamente novo, uma vez realizado o upload de uma foto sua, tem a capacidade de simular como seriam as partes do seu corpo que a foto original não mostra.

Ele cria um nude seu. Ponto.

Com imagens falsas geradas pelo algoritmo de uma inteligência artificial,blablablá, mas ainda assim, para todos os efeitos, é um nude seu.

Dessa forma, de uma foto sua, digamos, de biquíni, o seu colega de trabalho consegue obter como resultado uma nova fotografia em que as porções do seu corpo antes cobertas pelo tecido do biquíni agora estão expostas. Ou, seja, a totalidade dos seus seios e a região da vulva.

As mulheres, obviamente, são o grande alvo. O aplicativo nem aceita fotos de homens, não funciona para o gênero masculino. Não foi desenvolvido para isso.

É uma novidade e não é.

Há muitos anos fala-se disso, já era meio que uma lenda urbana da internet: um aplicativo tipo Raio X! Você aponta para a pessoa devidamente vestida e a imagem a revela nua.

Bom, não é bem isso que acontece.

Mas o resultado obtido com essa tecnologia é tão verossímil, tão plausível (levando em conta tons de pele, temperaturas de cor, ângulos e incidência da luz) que pode, sim, criar uma série de situações constrangedoras.

Até você explicar pras pessoas da sua convivência que aquela foto de você nua que está circulando na internet não é um nude que você mandou ou uma foto íntima do seu acervo pessoal que vazou, e sim uma montagem feita por um aplicativo qualquer por alguém mal intencionado, as pessoas já terão formado muitas opiniões sobre o caso — e sobre você. Opiniões que, por vezes, fatos revelados posteriormente não terão o poder de desfazer.

Às vezes fatos não ovos atirados contra um muro de opiniões já formadas. Quando se é uma minoria, isso é ainda mais verdadeiro.

Então, as fotos falsas trazem a possibilidade de danos reais à vida pessoal e profissional de seres humanos reais. Ok? Ah, mas o app não foi descontinuado?

É? É. Mas já surgiram novas versões baseadas naquela, inclusive com “upgrades” que só servem para aumentar o poder nocivo do negócio. A versão original contava com um “selo” que identificava as imagens como sendo falsas, mas a eficácia disso já era baixíssima. E novas versões já o aboliram.

Detalhe: O aplicativo foi descontinuado porque os criadores “não previram que ele pudesse ter tanta procura e ser utilizado para maus propósitos”. Jura? Logo nos primeiros dias os servidores caíram pelo excesso de tráfego.

É claro que haveria demanda. E é claro que a tecnologia seria empregada para fins destrutivos.

Ou as pessoas são muito inocentes, ou se fazem. E acho que concordamos que se fazem.

Bom, se você chegou ao fim do texto e sua reação não é “Caralho, que merda é essa?!” e sim “Onde baixa a nova versão sem marcas d’água?”saiba que:

A) Você é o chorume da sociedade e

B) É claro que não é seguro baixar esse aplicativo, obviamente trará riscos à sua segurança digital.

Espero que sua preocupação com vidas humanas — com a droga do seu PC — te leve a não contribuir com a bola de neve que essa droga se tornou.

O autor teria afirmado no comunicado oficial via Twitter que “o mundo não está pronto para o DeepNude”.

Não está mesmo. Nunca estará. Nunca.

Se você gostou do texto, dê a ele de 1 a 50 aplausos clicando nas mãozinhas no final do texto ou ao lado dele. Quanto mais aplausos, mais as histórias se destacam.

Tiago da Silva

Written by

Às vezes me surpreendo com o que escrevo, porque não sabia que pensava assim.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade