Chip na mão fim do mundo, Alberto Sexta-Feira ladrão, passagem R$ 3,50.

Numa das curvas do Jaraguá, em cima de um colchão esfarrapado verde-musgo, verde-merda, verde-riacho-salgadinho, uma mulher grávida grita e afinca os dedos queimados na espuma podre, enquanto um velho e um menino tentam contê-la para que a crise de abstinência não a machuque mais por fora. Não muito longe, um senhor, na praia, com a camisa da Mancha Azul, joga milho para os urubus.

-Tititi.

Pombos se alimentam de um peixe morto por asfixia provocada por um plástico-bolha rasgado.

Cada um foge da realidade do jeito que consegue.

Depois da balança do Jaraguá, os tapumes da finada vila dos pescadores se tornam porta e avisam:

- A entrada é a saída.

É, nasceu morreu.

Ano que vem o Pinto da madrugada, que virou bloco zumbi em 2017, será substituído pelo Urubu do meio-dia.

Carnaval carnificina.
Estamos em avançado estado de decomposição.

Pule a catraca de um Ufal/Ipioca e suma, para o seu próprio bem.

Like what you read? Give Tiago Di Lucas a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.