morar numa cidade violenta é..

parar num sinal engarrafado na volta da faculdade pra casa, se distrair com a demora pra andar com o carro e ter um pico de adrenalina ao escutar no vidro o toc-toc do moço que só quer vender canetas. foi cômico porque eu estava encostada na janela esperando o sinal abrir sem me ligar nos arredores e o moço tinha na mão três canetas que mais pareciam as garras do wolverine empunhadas e no rosto um sorriso digno de possessão demoníaca.

ele deve ter percebido que eu quase me mijei dizendo n-n-n-n-não t-t-tenho dinheiro pra caneta, moço. desculpa, porque se afastou com um risinho abafado.

ai, hellcife, você me dá cada susto.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.