Instagram vs. Snapchat: A nova tentativa

Em 2012, vendo o sucesso crescente do Snapchat, o Facebook fez seu primeiro movimento para competir com o app criando o Poke. Funcionando de forma semelhante mas preservando o conteúdo por mais tempo, o app falhou miseravelmente e dois anos atrás foi finalmente deletado da App Store.

O Facebook ainda tentou comprar o Snapchat em 2013 por 3 bilhões de dólares, proposta que foi recusada pelos fundadores. Em 2014, o app Slingshot foi lançado, novamente com um mecânica parecida com o Snapchat, onde os usuários podiam enviar fotos e vídeos que só podiam ser vistos se o remetente também enviasse uma imagem.

At first, Facebook’s new ephemeral messaging app, Slingshot, feels like yet another Snapchat clone. The free app, available now for iPhone and Android, lets you take a quick photo or video, mark it up with some colorful drawings, caption it with big white text, and then fire it off to a bunch of friends. […] “It’s not just about telling your story, it’s about asking others for their story,” (The Verge)

E qual a diferença nesta nova tentativa do Facebook?

Criar um app do zero com recursos parecidos com algo já existente a fim de competir com os pioneiros de uma ideia é um movimento bastante arriscado. A existência de uma base de usuários no Snapchat dificulta muito as coisas. As inovações do Facebook com o maior tempo de permanência de conteúdo no Poke ou a mecânica de feedback no Slingshot não foram suficientemente interessantes para colocar em risco a posição do app no mercado.

Após a adição da função Direct no Instagram em 2013, que permite o envio de imagens diretamente para alguém (mas sem o conceito de impermanência), agora vemos a cópia descarada com o Instagram Stories, lançado nesta terça feira (2). Com 500 milhões de usuários no Instagram frente aos 150 milhões do Snapchat, nessa tentativa o Facebook já possui uma base de usuários do app em si, sua única tarefa é construir a base de usuários da função Stories.

E por que as pessoas que querem consumir/criar conteúdo deste tipo migrariam do Snapchat para o Instagram, sendo que são praticamente a mesma coisa?

Acredito que um dos pontos cruciais para o sucesso do Facebook nesta nova tentativa seja o PÉSSIMO sistema de busca de usuários do Snapchat. Diferente do Instagram, achar uma personalidade conhecida no Snapchat (prática que deveria ser extremamente simples devido à quantidade de seguidores destas pessoas) sempre requer a consulta a outras redes sociais ou uma busca no google.

O selo de verificação existente para personalidades também é bastante útil. Além disso, a conectividade com o Facebook torna possível achar amigos sem saber seus nomes de usuário de forma muito mais fácil.

A existência de uma base de conteúdo permanente no Instagram também ajuda na construção do Instagram Stories, afinal o sistema de Explore se torna muito mais simples quando é possível procurar por conteúdos relacionados à lugares e hashtags. E concentrar conteúdos de natureza diferente(permanentes e impermanentes) num mesmo app também é um diferencial importante.

Ainda é bastante cedo para dizer qual será o desfecho desta história. Será que os dois apps vão coexistir desta forma? Ou talvez apenas um se sobressairá? Ou ainda quem sabe o Snapchat crie uma função de conteúdo permanente, melhore seu sistema de buscas, aperfeiçoe o Explore e faça com que o Instagram Stories tenha o mesmo destino que o Poke e Slingshot.

Who knows?