A ciência de mostrar o que veio: como a tecnologia é central no rebranding de Tom

Tom Comunicação
Dec 20, 2019 · 4 min read

Há pouco tempo, a Tom Comunicação mudou de roupa, como falamos neste post. Em um mundo que traz novidades o tempo todo, uma marca viva precisa ter a capacidade de se adaptar. Usamos o termo “viva”:, pois a Tom não é simplesmente uma agência de publicidade. É uma marca que tem opinião, fala, interage e tem responsabilidades sobre sua narrativa.

A Tom é full service e está organizada para dar foco total aos serviços digitais e inovadores. A missão do rebranding era transbordar esse cenário, usando a nova marca como ferramenta.

A demanda chegou dessa forma para a equipe de tecnologia, que foi envolvida desde o começo no processo, já que o resultado não poderia ser aquele trabalho gestado no planejamento, parido no design e só depois “adaptado” para o digital. A ideia era justamente o contrário: uma marca concebida como digital. Sem esse pensamento, não há reformulação de site ou nova editoria de rede social que dê conta do serviço.

Quando nos reunimos para pensar em tudo isso, a primeira coisa era refletir sobre quem estávamos “vestindo”. Quais eram os valores que acompanharam a empresa todos esses anos? Qual a sua personalidade? O que ela quer expressar? Qual o seu verdadeiro papel no mundo, ou seja, qual seu propósito?

Mais do que uma marca bonita, toda “modernete” mas com a cabeça vazia, queríamos que seu novo estilo expressasse uma essência. Isso é rebranding.

Pensar na performance gráfica da marca no ambiente digital é parte do trabalho, mas definitivamente não é tudo.

É claro que a representação gráfica ajuda na construção da identidade e percepção do público com a empresa. Essa personalidade de agência experiente e inovadora precisava de forma e linguagem própria, de um conjunto de tipografias, imagens e cores para facilitar a comunicação digital.

Por isso, o aspecto-chave para a identidade visual é a articulação e flexibilidade da tipografia acompanhada de um set gráfico que permita um comportamento fluido, adaptável em várias aplicações. O resultado foi um logo versátil, mas que mantém as letras fortes e o estilo de fonte reta, uma conexão com a história da agência, uma assinatura forte.

Versatilidade é importante para fortalecer o discurso de uma marca que fala, que tem humor, que não é estática. A marca de quem oferece uma diversidade de serviços e que valoriza a criatividade e a expressão.

No mais, cores fortes e simplicidade para um resultado cool, contemporâneo, cheio de energia. O círculo, um elemento tão básico e tão dinâmico, multiplica as possibilidades de representação e acrescenta continuidade, movimento e ritmo. É um logotipo que funciona sozinho, mas que, na maioria das vezes, vem acompanhado da identidade visual. O esforço é para que a Tom sempre tenha essa carinha autêntica, falando com propriedade, inspirando, engajando.

Mas isso não é tudo. Posicionar uma marca na era pós-Google é comunicar uma mensagem consistente em todas as plataformas com quem está de fora.

A marca também é a experiência que nossos produtos digitais oferecem. A interação com o site tem que ser confortável, responsiva e tudo mais, conforme manda a cartilha e o algoritmo. Mas a tecnologia também é a marca, e a nossa intenção é que o usuário entenda quem é a Tom pela forma como navega pelo site. Então, dá-lhe estratégia UX e UI pra causar a impressão certa nos clientes e em outros profissionais da publicidade que visitam nosso endereço digital.

Não é só os cases que nós mostramos, é a forma como mostramos. A animação da entrada, o cursor personalizado, a navegação, tudo para uma experiência estimulante, viva, conectada. É um trabalho que ainda não terminou: tem mais por vir.

Dois outros xodozinhos digitais que nasceram da reformulação: nossa intranet e o cartão de acesso à agência, que também funciona como cartão de visitas. A intranet reúne em um só lugar todos os canais de compartilhamento interno da agência com uma interface amigável, personalizável, fácil de entender pra quem acabou de entrar, fácil de se adaptar pra quem está aqui há tempos. E o cartão de acesso & visitas tem um QR Code que abre o criador de contatos no celular, já com todas as informações do membro da nossa equipe. É só salvar e chamar quando preciso.

Onde continuar vendo essa marca em ação?

A Tom conversa pelo Instagram, com nova editoria que demonstra as causas que defende, além dos assuntos do seu interesse (leitura, eventos, tecnologia). No LinkedIn também, claro, a rede profissional de nascença. A gente está até no Spotify. É nas redes sociais que geramos engajamento em torno das ideias que a agência acredita. É também nelas, na verdade. Na comunidade on, espalhamos a palavra do nosso encontro presencial, o Grupo Tom, evento para interessados em discutir os mais diversos assuntos importantes pro mercado nos dias atuais.

Num cenário que requer das marcas significado e transparência, a Tom mostra sua personalidade e o que ela veio fazer: criatividade efetiva.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade