Faze o que tu queres há de ser o todo da Lei
Marcelo Del Debbio
234

Na verdade, a Magia de Thelema, não tem nada a ver com decepção, nem truques de salão (parlour tricks? Não sei como se diga em PT o quarto dos quatro idiomas que falo), nem (é isso o mais importante)a manipulação do mundo exterior. Porem, tem TODO a ver com a busca de autoconhecimento (self-knowledge), automelhoramento (self-improvement), e a unificação da vontade (will/thelema) com o amor divino (agape/love).
Além disso, a liberdade de thelema tampouco tem a ver com o hedonismo, mas, sim tem todo a ver com a liberdade de agir motivado pelo amor em qualquer situação na vida, sem restrição.
Bom, eu sei que com nos thelemites, somos livres e tem uma diversidade de opinião, mas eu posso construir um bom argumento lógico que o mestre Aleister quis ensinar o que digo, em fato escrivei meu tese de doutorado de divinidade (D.Div - um degree honorário) nesse mesmo tema.
E quem quer argumentar que o objetivo da prática de Magia em Thelema, não é de fazer que o praticante pode ser o melhor pessoa possível? e Que pode ser melhor que vivir motivado pelo amor? Realmente, isso é o objetivo de todas as religiões de que o mestre emprestou imagens e ideias, sintetizando assim, um sistema perfeito pela perfeição de todos os homens e mulheres, todos nos sendo estrelas divinas, cheios de amor.
E é isso a Magia verdade, o amor só, e a vontade de viver motivado pelo amor e espalhar o amor aonde vamos. É por isso que se diga “O amor é a lei, amor sob vontade.”