Orçamento de Investimentos

Os Investimentos são os desembolsos realizados pela empresa para a compra de bens como máquinas, equipamentos, veículos, móveis, ferramentas, recursos de informática (hardware ou software), ou até mesmo em treinamentos e capacitações. Este tipo de investimento é conhecido como investimentos operacionais, pois como o próprio nome sugere, contribuem diretamente para melhorar e ampliar a capacidade produtiva da organização.

Estes investimentos podem ser pagos de uma única vez, ou parcelados. Geralmente a empresa utiliza o próprio lucro gerado em sua operação para a realização de novos investimentos, mas também é muito comum o uso de financiamentos e linhas de crédito para aquisição de bens.

Algumas empresas também utilizam os lucros gerados e as sobras de caixa para realizar investimentos financeiros, ou seja, ao invés de investir na ampliação do patrimônio da empresa, é optado por colocar os recursos em fundos de investimentos ou até mesmo comprar ações de outras empresas.

Não existe uma formula exata para afirmar se o mais correto é a empresa investir seus recursos em sua operação ou partir para investimentos financeiros. Esta decisão que varia de empresa para empresa e geralmente está atrelada em uma série de fatores, internos ou externos, como o setor ou ramo de atividade da empresa, o ritmo de crescimento do mercado que ela está inserida, as taxas de retorno oferecidas por cada tipo de investimento, entre outros fatores que devem ser analisados com cuidado para tomar a decisão que mais se adeque ao contexto da empresa.

orçamento de investimentos

Outro ponto importante que deve ser deixado claro é a diferença entre investimentos, custos e despesas.

Como já vimos no post Custo e Despesas, Saiba a Diferença, as despesas são os valores gastos com a estrutura administrativa e comercial da organização, como aluguel, salários, encargos, benefícios, pró-labore, telefone, propaganda, impostos, etc. As despesas podem ser fixas e/ou variáveis, sendo as fixas são aquelas cujo valor a ser pago não depende do volume, ou do valor das vendas, enquanto que as variáveis são aquelas cujo valor a ser pago está diretamente relacionado ao volume de produtos ou serviços vendidos.

Já os custos, podem ser assim entendidos como o valor gasto na aquisição das mercadorias (comércio), na fabricação dos produtos, compreendendo matérias-primas, insumos, mão-de-obra interna e/ou externa, etc. (indústria), ou ainda como o valor gasto na execução do serviços, compreendendo os materiais, componentes, peças, bem como a mão-de-obra interna e/ou externa (serviços).

Com os dois breves parágrafos acima, podemos facilmente identificar a diferença entre investimentos, custos e despesas, sendo que ao contrário dos custos e despesas, os investimentos são a aplicação de algum tipo de recurso com a expectativa de receber um retorno futuro superior ao que foi aplicado, compensando inclusive, a perda de uso desse recurso durante o período de aplicação, ou seja, investimento significa a aplicação do capital da empresa em meios (tangíveis e intangíveis) que levam ao crescimento de sua capacidade produtiva.

Este é um tema muito abrangente para se resumir em um único post, então logo teremos novos artigos publicados aqui no blog sobre o assunto. Já na próxima semana daremos continuidade falando um pouco mais sobre análise de viabilidade dos investimentos, inclusive com a abordagem dos principais indicadores utilizados para ánalise de investimentos:

  • TIR — Taxa Interna de Retorno;
  • VPL — Valor Presente Líquido;
  • Payback — tempo de recuperação do investimento realizado.

E-book Indicadores Financeiros para Análise de Investimentos

Preparamos um E-book completo, com os indicadores mais utilizados pelo mercado para análise de projetos de investimentos. Você pode fazer o donwnload no botão abaixo.

Indicadores Financeiros para Análise de Investimentos

Não deixe de se cadastrar em nossa newsletter (aqui do lado direito da página), ou nos adicionar nas redes sociais (botões no topo da página) para ficar por dentro da continuação deste tema e também de outros artigos e materiais gratuitos relacionados a planejamento, orçamento e acompanhamento econômico e financeiro que disponibilizamos aqui semanalmente.

E se as dicas foram úteis para você e sua empresa, compartilhe utilizando os botões das redes sociais que ficam aqui logo abaixo.


Originally published at Treasy | Planejamento e Controladoria.